EnglishPortugueseSpanish

A parceria entre a rede varejista Walmart e a empresa de robótica Bossa Nova Technologies chegou ao fim. Segundo o próprio Walmart informou em comunicado, a decisão foi tomada hoje (3) após um projeto-piloto de automatização de registro de estoque, que empregaria robôs da Bossa Nova na leitura de etiquetas de produtos e liberando funcionários humanos para o empacotamento de encomendas online.

O Walmart não informou o motivo para decretar o fim da parceria, porém, da forma como foi escrito, o comunicado deu a entender que o impacto dela não tenha sido positivo ou, mesmo que o seja, pode ter ficado abaixo das expectativas da varejista: “Essa foi uma ideia que experimentamos em mais ou menos 500 lojas, assim como estamos tentando outras ideias em outras lojas”, diz trecho do comunicado.

publicidade

Reprodução

Robô em uma loja do Walmart escaneava prateleiras e mantinha registros atualizados dos estoques de produtos. Imagem: Walmart/Divulgação

A empresa, que relatou ganhos recordes em vendas online no último trimestre, ressaltou que continuará investindo em novas tecnologias a fim de aprimorar a experiência não só do cliente, mas também de seus colaboradores. Agora, o Walmart deve buscar desenvolver metodologias e aplicações próprias de monitoramento de estoque e movimentação de produtos para as prateleiras.

Em 2017, a rede Walmart inaugurou robôs capazes de escanear prateleiras e alertar funcionários de eventuais faltas de produtos, a fim de minimizar o tempo de indisponibilidade de determinadas ofertas. A parceria com a Bossa Nova, fabricante dos robôs, era parte de um esforço da cadeia varejista de automatizar seus processos internos e criar uma experiência mais dinâmica a consumidores e colaboradores.

A Bossa Nova Technologies não comentou o caso.

Fonte: Venture Beat