A China reduziu de 25% para 20% a previsão de participação de veículos elétricos, híbridos e movidos a hidrogênio na China até 2025. De acordo com documento divulgado pelo Conselho de Estado chinês, a comercialização de veículos elétricos novos aumentará à medida que a indústria chinesa melhorar sua tecnologia e competitividade.

O Conselho defende, ainda, melhorias nas tecnologias dos componentes dos veículos e a construção de redes mais eficientes de carregamento de veículos elétricos e troca de baterias. Além disso, espera-se um aumento nas vendas de veículos elétricos para uso público, como ônibus e caminhões.

publicidade