A Tesla não teve uma recepção muito calorosa na Alemanha. De cara, o Serviço Federal do Ambiente alemão multou a empresa em 14 milhões de dólares. O motivo é a política de fim de vida útil das baterias dos carros da marca.

Inicialmente, o país tentava manter a Tesla fora de seus incentivos para veículos elétricos, já que protege muito sua indústria automotiva. Por isso, o governo local persegue a montadora em razão da publicidade do pacote Autopilot e do Full Self-Driving.

publicidade

Em um esforço para fazer valer sua presença na Alemanha, a montadora anunciou um investimento maciço no país, com a construção de uma gigafábrica em Berlim. Mesmo assim, foi multada por não conformidade com as leis aplicáveis.

Para a Tesla, o problema é apenas administrativo. A maioria das baterias da empresa que circulam pelas estradas alemãs ainda estão cobertas pela garantia. A companhia informa que sempre que substitui uma bateria, ela é refabricada para uso futuro.

E é justamente essa reciclagem que causa a divergência com o governo alemão. Essa maneira de lidar com o fim da vida útil das baterias causa desconforto nas autoridades alemãs.