Notícias

Microsoft CloudPC: vazam detalhes do serviço de desktop virtual

09/11/20 23h52, atualizada em 10/11/20 11h30

A Microsoft pode lançar no início de 2021 o CloudPC, serviço de desktop virtual para clientes corporativos e instituições de ensino. Dessa forma, funcionários e alunos poderão acessar ferramentas e arquivos a distância e usando dispositivos diversos.

O vazamento no Twitter do usuário “@_h0x0d_” – também conhecido como “WalkingCat”, especializado em vazar segredos do Windows –, revelou alguns detalhes do projeto e prováveis configurações das máquinas virtuais:

Segundo o tuíte, o Microsoft CloudPC tem o codinome de “Project Deschutes”. Quando o serviço for lançado, poderá ser utilizado por um site próprio ou pelo aplicativo Microsoft Remote Desktop, disponível em dispositivos com Windows 10, Android, iOS e macOS. Entretanto, contas pessoais não poderão ser utilizadas, já que o CloudPC será destinado somente para organizações e instituições de ensino, além de exigir uma assinatura.

Serviço terá assinatura e é baseado no Microsoft Azure para permitir o acesso remoto às máquinas. Imagem: Pexels/Reprodução

Acesso remoto para home office e EAD 

A Microsoft deverá oferecer o serviço CloudPC em três configurações: a Lite, com dois vCPUs (processadores virtuais), 96 GB de SSD e 4 GB de RAM; a Padrão com dois vCPUs, 96 GB SSD e 8 GB de RAM; e a Avançada com três vCPUs, SSD de 40 GB e 8 GB de RAM.

Instituições de ensino poderão disponibilizar o acesso a diversas ferramentas. Imagem: Pexels/Reprodução

O novo serviço de desktops virtuais da Microsoft tem a proposta de proporcionar aos usuários finais o acesso remoto a recursos relacionados ao trabalho. Além disso, seu conceito é utilizar qualquer dispositivo para utilizar aplicativos e programas de trabalho fora do escritório ou da escola.

No atual cenário, em que cresce a popularidade do home office, o Microsoft CloudPC seria uma ferramenta a mais para as organizações proporcionarem infraestrutura aos seus colaboradores e auxiliar no EAD (ensino a distância).

 

Via: Techradar

Deixe sua opinião
Tags