EnglishPortugueseSpanish

As novas regras de armazenamento no Google Fotos

Redação 11/11/2020 22h57, atualizada em 11/11/2020 23h12

Mudança nas regras de armazenamento do Google. Atualmente, cada usuário tem, por padrão, 15 giga de espaço gratuito para guardar fotos, vídeos, e-mails, documentos e arquivos. Mas alguns itens não contam nesse limite: usuários do Google Fotos, por exemplo, podem armazenar quantas imagens quiserem desde que as enviem convertidas para a qualidade “alta”, em vez dos arquivos originais. Mas isso vai mudar. A partir de 1º de julho de 2021, mesmo os envios na qualidade alta serão deduzidos do espaço disponível. A boa notícia é que arquivos já armazenados no Google Fotos, ou que forem enviados em qualidade alta até a data limite, não serão considerados. A regra vale apenas para novos envios. Mesmo com a mudança, o Google estima que 80% dos usuários que enviam imagens na qualidade alta ainda terão pelo menos três anos antes de atingir o limite de 15 giga. Os que atingirem, ou excederem, o limite poderão comprar mais espaço em um dos planos do Google One, que custam a partir de 7 reais por mês no plano de 100 giga de armazenamento. Outra mudança é que arquivos novos do Docs, Planilhas, Apresentações, Desenhos, Formulários ou Jamboard também serão deduzidos do limite de 15 giga gratuitos, ou limite do seu plano Google One. Por fim, o Google também está mudando a política para contas inativas. Novamente a partir de 1º de junho de 2021, contas inativas há dois anos ou mais poderão ter seu conteúdo excluído. Segundo a empresa, os usuários serão notificados “várias vezes” antes que qualquer conteúdo seja removido, para que tenham tempo de agir.

publicidade