Cerca de 159 mil carros da Tesla podem sofrer problemas por causa dos chips de memória que estão gastos. Os veículos podem apresentar falhas na câmera do retrovisor e até deixar de emitir alertas de segurança.

 
Os veículos em questão seriam os Tesla Model S e Model X lançados entre 2012 e 2018. Eles utilizam chips Tegra 3, da Nvidia, com 8 GB de armazenamento eMMC NAND. O problema é que os componentes do chip estão atingindo seus limites de ciclo de vida e isso faz com que eles sejam incapazes de armazenar dados de maneira confiável, causando falhas na operação.
 
A Tesla emitiu uma atualização via OTA que pretende reduzir o desgaste dos chips ao reduzir o uso da memória. O patch lançado também corrige outros erros e melhora o gerenciamento de armazenamento.
 

No entanto, a fabricante admite que as memórias tendem a falhar no futuro e nesse caso não haverá outra solução a não ser substituir o hardware.

publicidade