EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Infectologistas de São Paulo alertam para o crescente número de casos de Covid-19 na cidade, que já estaria causando lotação em hospitais, e defendem medidas duras para combater sua expansão e evitar uma segunda onda da doença.

Em carta escrita em caráter pessoal e enviada a amigos, Giovanna Baptista Sapienza, Marcela Capucho Chiaratin, Renata Guise Azevedo, Natanael Sutikno Adiwardana e Daniel Wagner Santos afirmam que “há um aumento expressivo de casos de Covid-19 nos hospitais de São Paulo”, que estariam “lotados”

publicidade

No texto eles dizem “Recomendamos fortemente novo ISOLAMENTO DOMICILIAR!. Não ir a bares, restaurantes e festas. Não organizem encontros ou eventos sociais. Acreditamos que vocês estejam cansados de tudo isso, mas lembrem-se que nós estamos MUITO mais…. e ainda estamos vendo pessoas morrerem, famílias inteiras contaminadas, e os casos aumentando progressivamente sem nenhuma medida sendo tomada por parte dos governos”

Reprodução

publicidade

Número de pacientes com Covid-19 em SP estaria causando superlotação em hospitais. Imagem: Photocarioca/Shutterstock

Entretanto os médicos estão cientes da improbabilidade de um novo “lockdown“, medida impopular, em um período eleitoral. Mas reforçam a necessidade do isolamento: “é uma medida extremamente necessária! Por favor, ajude a controlar a pandemia e se proteja!​”

Segundo a coluna de Monica Bergamo, na Folha de São Paulo, o número de internaçõs nos hospitais municipais vem aumentando de forma alarmante. No dia 13 de novembro havia 693 internados com Covid. No dia 14 eram 685. No dia 15 eram 690. No dia 16 o número saltou para 732, e nesta terça (17) chegou a 814 pacientes, um aumento de mais de 17% em 4 dias.

Fonte: Folha de São Paulo