EnglishPortugueseSpanish

Elon Musk quer criar redomas habitáveis em Marte

Redação 20 de novembro de 2020
publicidade
A vida em bolhas! O formato lembra um iglu, mas são redomas gigantes de vidro. É assim que Elon Musk imagina que os humanos irão colonizar o Planeta Vermelho. Entre tantas de suas missões mirabolantes, o CEO da SpaceX quer levar um milhão de pessoas a Marte até 2050. A novidade, revelada em um tuíte recente de Musk, é que a vida por lá estaria restrita a redomas de vidro que serão terraformadas “para suportar vida; uma espécie de simulação da Terra. 
 
O processo envolve modificação de atmosfera, temperatura, ecologia e topografia para suportar um ecossistema como o terrestre. Bom, não custa lembrar, mas, por enquanto, esse conceito é apenas hipotético – da cabeça de Elon Musk. Os desafios não são poucos. Em uma análise recente, especialistas concluíram que podem ser necessárias 3.500 ogivas nucleares explodindo diariamente para aumentar a pressão atmosférica de Marte a níveis respiráveis. 
 
E mesmo que isso seja possível um dia, há outro grande obstáculo pela frente: a radiação resultante tornaria a superfície completamente inabitável. Se tudo correr de acordo com o ambicioso plano de Musk, a primeira nave espacial do empresário deverá chegar ao Planeta Vermelho em 2024. Será?!