EnglishPortugueseSpanish

Rússia sugere combinar vacinas

Redação 27 de novembro de 2020
publicidade

A vacina criada pela farmacêutica AstraZeneca em parceria com a Universidade de Oxford pode ter resultados mais eficazes contra o novo coronavírus caso seu uso seja combinado com a Sputnik V, desenvolvida pelo governo russo, segundo informações publicadas pela agência russa de notícias TASS.

 
Por meio de uma conta no Twitter, os pesquisadores russos enfatizaram que o imunizante desenvolvido pela AstraZeneca tem uma eficácia de 62%. E se caso a farmacêutica optasse por realizar um segundo ensaio clínico, a sugestão era tentar combinar a vacina com o vetor adenoviral humano Sputnik V. Os pesquisadores, afirmaram que os imunizantes usados em conjunto podem trazer melhores resultados.
 
Recentemente, o CEO da AstraZeneca, Pascal Soriot, confirmou que a empresa deve realizar novos testes clínicos após alguns especialistas da indústria mundial de imunologia duvidarem da eficiência de seu imunizante no tratamento e proteção contra a Covid-19.
 

A AstraZeneca e a Universidade de Oxford ainda não se pronunciaram sobre a proposta feita pelos pesquisadores russos.

publicidade