A discussão sobre tecnologias e métodos para o desenvolvimento do transporte aéreo ao redor do mundo está cada vez mais presente. Pensando nisso, no mês passado, por exemplo, os Estados Unidos anunciaram a construção do primeiro hub para táxis aéreos do mundo. Nesta terça-feira (1º), foi a vez da Austrália divulgar um programa em parceria com a Embraer totalmente voltado para o setor.

Trata-se de um conceito de operações que foi denominado como Conops. Resumidamente, o método objetiva auxiliar a introdução do mercado de Mobilidade Aérea Urbana (UAM, na sigla em inglês) de forma segura. Além disso, o projeto deverá demonstrar a atuação de táxis aéreos junto aos usuários, resultando em execuções integradas.

publicidade

De início, o objetivo é utilizar o céu da cidade de Melbourne para tal. Para isso, o Conops irá explorar ideias novas e práticas que facilitem, com segurança, a instalação da indústria de táxis aéreos no mercado australiano. Primeiro, o programa irá esmiuçar o gerenciamento do tráfego aéreo do município para avaliar se ele poderá ou não permitir operações de UAM.

Cabe destacar que a iniciativa é da Embraer, por meio da subsidiária EmbraerX, em parceria com a Airservices, provedora de serviços de navegação aérea civil da Austrália.

“A criação do ecossistema de UAM requer soluções inovadoras, que também é um pilar fundamental da estratégia de crescimento da Embraer para os próximos anos, e a EmbraerX foi criada para atender a essa necessidade”, disse Daniel Moczydlower, presidente e CEO da EmbraerX. “Por meio dessa parceria, estamos avançando, de forma conjunta, para que a Austrália se torne um dos primeiros mercados de Mobilidade Aérea Urbana do mundo”, acrescentou Moczydlower.

Já Peter Curran, diretor de Estratégia e Experiência do Cliente da Airservices, afirmou que “vamos desenvolver soluções inovadoras que garantam acesso seguro e equitativo ao espaço aéreo urbano para um amplo espectro de aeronaves, incluindo helicópteros convencionais, aeronaves de asa fixa e aeronaves eVTOL”.

Objetivo do projeto é abrir caminho seguro para instalação do mercado de táxis aéreros na Austrália. Créditos: Embraer/Divulgação

Hub de táxis voadores nos EUA

Os EUA querem ter, em 2025, um hub de táxis voadores em pleno funcionamento. O objetivo é instalar o empreendimento na Flórida, em Orlando, ajudando os residentes da área a fugirem dos notórios congestionamentos de rodovias.

O local será uma espécie de aeroporto. Nele, os carros voadores de cinco lugares poderão decolar verticalmente a partir do hub baseado no solo. O Vertiport será instalado na comunidade planejada Lake Nona, que fica próxima ao Aeroporto Internacional de Orlando.