EnglishPortugueseSpanish
publicidade

A Microsoft está estudando um novo formato de atualizações para o Windows. Os “Feature Experience Packs” já estão em teste com Insiders, e são uma forma de adicionar novos recursos a áreas que são desenvolvidas de forma independente do sistema operacional, mas que não são apps separados na Microsoft Store.

O primeiro pacote traz novidades como a possibilidade de usar a Ferramenta de Captura para colar screenshots diretamente dentro de pastas no Explorador de Arquivos, além de um teclado dividido para dispositivos 2-em-1 com telas sensíveis ao toque.

publicidade

Estes pacotes serão entregues aos usuários via Windows Update, assim como já acontece com atualizações cumulativas e novas versões do Windows. A novidade pode significar que o Windows receberá atualizações menores e mais frequentes com novos recursos, em vez das duas grandes atualizações que atualmente são lançadas a cada semestre.

“Esperamos expandir o escopo e a frequência dos lançamentos no futuro”, explica Brandon LeBlanc, da Microsoft. “Eventualmente, atualizações com os Feature Experience Packs serão incorporadas ao processo existente de manutenção do Windows 10, e entregues aos consumidores via Windows Update”.

Atualização de outubro de 2020 do Windows 10 mexeu com o visual do Menu Iniciar. Foto: Microsoft

Atualização de outubro do Windows 10

O último grande pacote de atualização do Windows, chamado 20H2, foi lançado em outubro deste ano. A nova versão não traz grandes novidades, mas conta com uma série de pequenas melhorias, que podem não ser tão evidentes à primeira olhada.

A mais notável das mudanças está no menu Iniciar, que mexe um pouco com o conceito dos blocos dinâmicos, a identidade abraçada pela empresa desde o Windows 8.

publicidade

Os bloquinhos continuam lá, mas em vez de cores sólidas, os ícones são cercados por formas transparentes, que se mesclam à cor de fundo do menu. Nada muda em termos de usabilidade ou funcionalidade, no entanto.

O gerenciador de tarefas (acessado com Alt+Tab) também mudou, e agora permite alternar mais rapidamente entre os apps abertos no PC e mostra também as abas abertas do navegador Edge, permitindo alternar entre os sites. Essa nova ferramenta é opcional, no entanto, e o Windows permite reverter para o formato anterior.