A Netflix finalmente chegou a um acordo com a editora Chooseco. A editora é a responsável pela sequência de livros “Choose Your Own Adventure”. A acusação era de que a Netflix havia usado ilegalmente essa marca no filme “Black Mirror: Bandersnatch”.  Com a solução do processo,  no último dia 23 de novembro, a disputa chega ao fim.

Entendendo o caso

Em 2018, a Netflix criou uma experiência interativa misturando filme e jogo em “Black Mirror: Bandersnatch”. A obra conta a história de um designer de videogame que pretende criar um jogo baseado em um livro de ficção.

publicidade

O filme apresenta escolhas ao público e altera as cenas finais de acordo com as decisões. Mas, ao incorporar o termo “Choose Your Own Adventure”, a plataforma de streaming teria infringido os direitos do nome da Chooseco. O motivo foi suficiente para a editora de livros infantis processar a Netflix em US$ 25 milhões no começo de 2019.

O clima esquentou no início de 2020, quando o juiz federal encarregado do caso recusou a ação da Netflix para encerrar o processo. A plataforma de streaming tentou até cancelar a marca registrada “Choose Your Own Adventure”, mas a reivindicação não teve sucesso.

Reprodução

“Black Mirror: Bandersnatch”, da Netflix, menciona título de obra literária em seu filme e causa polêmica sobre direitos autorais. Foto: Netflix/Divulgação

Caso encerrado

Apenas no último mês, as empresas chegaram a um acordo. O entendimento veio durante uma conferência mediada pelo juiz do Tribunal Distrital dos EUA, William Sessions III. Embora os termos e valores não tenham sido revelados, o encerramento do processo foi bastante incomum. Em fevereiro de 2020, o juiz do caso havia questionado se o filme da Netflix seria explicitamente enganoso. Como parte do acordo para finalizar a disputa, essa opinião do juiz teria de ser cancelada. O juiz optou então por “esquecer” a decisão tomada para encerrar o caso.

A Chooseco continua mantendo a marca “Choose Your Own Adventure”. Já a Netflix elimina uma “dor de cabeça”, tendo em vista o sucesso e grande repercussão de seu filme “Black Mirror: Bandersnatch” — que chegou a ganhar um Emmy.

Via: The Verge