EnglishPortugueseSpanish

 

Cartões microSD falsos são mais comuns do que pode parecer. Um cartão microSD não é muito difícil de falsificar, e para muitos usuários, a ideia de adquirir um acessório baratinho, mesmo que não funcione corretamente, parece ser atraente. Afinal de contas, o que de pior pode acontecer? Acontece que muita coisa errada pode acontecer, como reportou o site ZDNet.

Percebendo um aumento de anúncios de cartões de memória microSDXC de 1024 GB de armazenamento com preços que não condizem com essa capacidade, o site resolveu fazer o teste para verificar qual é a real qualidade desse tipo de produto, ou seja, dos cartões microSD.

publicidade

A publicação adquiriu duas unidades dos cartões microSD mais vagabundos que conseguiu encontrar à venda na Amazon, custando US$ 15 cada uma, quando normalmente um cartão verdadeiro com essa capacidade custaria cerca de US$ 200. Era óbvio que havia alguma coisa de errado com o produto já no anúncio com um preço tão baixo, e a missão era descobrir exatamente qual era o problema.

O mais óbvio deles é que ele não oferecia a capacidade prometida. A impressão de baixa qualidade no cartão microSD dizia 1024 GB, mas ele apenas era um cartão com pouco espaço reprogramado para indicar que tinha mais espaço interno do que realmente tem. Eles não tinham 1 TB, como o anúncio indicava.

No entanto, uma segunda inspeção mostrou um risco direto para a integridade do dispositivo em que ele é conectado. O material usado no cartão microSD era extremamente frágil e quebradiço e ele se partiu em dois enquanto era colocado no slot do dispositivo.

Cartão microSD falsificado se partiu em dois facilmente e poderia causar danos se uma das partes não puder ser removida (Foto: Adrian Kingsley-Hughes/ZDNet)

Uma falha deste tipo tem o potencial de danificar o celular, ou algum outro dispositivo, permanentemente se um pedaço do cartão ficar preso dentro do slot. Na prática, a entrada seria incapacitada para instalação de outros cartões microSD, exigindo, potencialmente, um reparo profissional, que custará muito mais caro do que a compra de um cartão legítimo.

publicidade

No caso, foi possível remover o pedaço quebrado do cartão de dentro do slot da câmera térmica em que ele tinha ficado preso cutucando com um palito de dente. No entanto, para muitos aparelhos menores, essa solução pode não ser viável. Ou seja: apostar em cartões microSD falsos pode ser uma das piores decisões para o investimento que você já fez num smartphone.