EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Para amenizar a queda na taxa de natalidade de sua população, o Japão informou que irá financiar sistemas de inteligência artificial (IA) para formar novos casais. A notícia foi veiculada pela imprensa japonesa nesta segunda-feira (7).

Apesar de algumas tecnologias semelhantes já atuarem no país para unir novos pares, muitas delas restringem-se a critérios como renda e idade, produzindo resultados apenas em caso de correspondência assertiva.

publicidade

A boa notícia é que os sistemas de inteligência artificial mais recentes podem unir pessoas a um parceiro em potencial, mesmo se as escolhas de renda ou idade não corresponderem, afirmou o jornal Yomiuri Shimbun.

A decisão do governo japonês de incentivar a formação de casais é vista como resposta para um número alarmante: o índice de nascimentos em 2019 caiu 5,8%, contabilizando apenas 865 mil novas crianças ao longo do ano no país.

Além da queda no número de casamentos (baixa em 200 mil, de 2000 até o ano passado), o fato de as pessoas estarem se casando cada vez mais tardiamente também contribuiu para a queda na taxa de natalidade japonesa.

Taxa de natalidade
Baixa taxa de natalidade japonesa tem sido problema há anos no país. Foto: itfeelslikefilm/Unsplash

Diversas prefeituras do Japão já introduziram esses novos sistemas de IA, que também consideram hobbies, valores pessoais e outros resultados para a união de novos “pombinhos”. Os resultados, no entanto, parecem aquém do esperado.

publicidade

Além de ser uma tecnologia relativamente cara, o sistema parece não impulsionar a união de novos casais.

Os sistemas de IA foram introduzidos em Saitama, ao norte de Tóquio, mas os investimentos de 15 milhões de ienes (aproximadamente R$ 740 mil em conversão direta) resultaram na formação de apenas 21 novos pares.

Ainda assim, o Japão vai apostar na medida. O governo federal garantirá 2 bilhões de ienes (R$ 60 milhões em conversão direta) para o financiamento dos sistemas de IA mais elaborados, completou o jornal.

Via: Estadão