Um coletivo de artistas do Novo México, nos Estados Unidos, chamado “The Most Famous Artist” assumiu a autoria dos “monólitos alienígenas” que surgiram repentinamente em locais nos estados norte-americanos de Utah e Califórnia.

Na última sexta-feira o grupo postou em sua conta no Instagram uma foto de um monólito em uma oficina, embalado em material protetor, com a mensagem: “algum colecionador interessado em um monólito alienígena oficial? Estamos pedindo 45 mil dólares.

publicidade

O primeiro monólito alienígena foi descoberto no deserto de Utah no final de novembro por um piloto de helicóptero, e um biólogo que sobrevoavam a região para estudar um rebanho de ovelhas. O objeto desapareceu poucos dias depois, em 27 de novembro. Um grupo de praticantes de slackline assumiu responsabilidade pela remoção, afirmando que o tráfego de curiosos estava colocando em risco as frágeis formações de arenito vermelho na região.

O segundo monólito alienígena apareceu em 26 de novembro na colina Batca Doamnei, na cidade de Piatra Neamt, no norte da Romênia. E o terceiro monólito alienígena apareceu em 3 de dezembro no topo da Pine Mountain em Atascadero, na Califórnia.

E na manhã desta segunda-feira, um quarto monólito foi encontrado na Ilha de Wight, na Inglaterra. Questionados sobre os demais monólitos encontrados fora dos Estados Unidos, o grupo “The Most Famous Artist”, afirmam que não tem relação com os demais objetos.