EnglishPortugueseSpanish
publicidade

O Facebook Gaming, braço da rede social voltado a transmissões de jogos online, anunciou nesta terça (8) que irá investir US$ 10 milhões em um programa de incentivo a streamers negros residentes nos Estados Unidos. O valor será dividido durante o período de dois anos.

O Black Gaming Creator Program oferecerá aos selecionados benefícios como status de parceiro no Facebook Gaming, acesso antecipado a produtos da plataforma com participação em sessões de feedback, convites para eventos digitais e presenciais e mentoria, além de uma remuneração mensal.

publicidade

A iniciativa, inclusive, será a primeira entre todos os programas de mentoria para criadores de conteúdo do Facebook a contar com pagamento garantido. No entanto, o valor dependerá da “qualidade do conteúdo e o tamanho da audiência”, afirmou a empresa.

“O streaming de jogos une as pessoas de uma forma poderosa pela paixão por games, e nós esperamos encorajar mais pessoas a expressarem sua criatividade”, afirmou Leo Olebe, Diretor Global de Parcerias em Games.

Os interessados devem ter mais de 13 anos (menores de 18 precisam de autorização dos pais), residir nos Estados Unidos e ter uma conta válida no Facebook ou no Instagram. O programa é aberto a criadores de conteúdo e proprietários de empreendimentos, desde que ao menos 51% da empresa seja de propriedade de uma pessoa negra.

publicidade

A inscrição pode ser feita na página oficial do programa. Fatores como experiência em streaming, autenticidade e apelo na comunidade negra serão considerados na seleção dos participantes.

Apoio à comunidade negra

O investimento em streamers negros através do Black Gaming Creator Program é parte da promessa feita pelo Facebook em junho deste ano, de empregar US$ 200 milhões no apoio a negócios e organizações fundadas por pessoas negras.

Na ocasião, a empresa de Mark Zuckerberg explicou que, deste total, US$ 25 milhões seriam destinados a criadores de conteúdo negros já em 2020.

Fonte: The Verge