EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Morreu nesta terça-feira (8) O General de Brigada da Força Aérea Norte-Americana Charles “Chuck” Elwood Yeager, o primeiro homem a quebrar a barreira do som, em 1947. Ele tinha 97 anos e morava no norte da Califórnia, mas morreu em um hospital em Los Angeles.

Nascido em 1923, Chuck Yeager se alistou no exército dos EUA em 1941, e em 1943 se tornou um piloto no Comando de Caças da Oitava Força Aérea, baseada na Inglaterra. Durante a Segunda Guerra Mundial ele voou 64 missões e derrubou 13 aeronaves alemãs. Em sua oitava missão seu avião foi abatido, mas ele conseguiu pousar em território francês, onde foi auxiliado por membros da resistência contra a ocupação nazista.

Em 1946 ele se tornou piloto da divisão de testes de voo do exército norte-americano. Após meses de testes com um Bell X-1, um avião experimental movido a foguete, Chuck Yeager se tornou o primeiro a voar mais rápido que o som em 14 de outubro de 1947.

Batizada de “Glamorous Glennis”, em homenagem à sua primeira esposa, a aeronave atingiu Mach 1.06 (1.126 km/h), sendo Mach 1 o equivalente a uma vez a velocidade do som. O momento foi eternizado em uma cena do filme “Os Eleitos”, de 1983.

Em 1953 Chuck Yeager estabeleceu o recorde mundial de velocidade em uma aeronave de asa fixa, chegando a Mach 2.44. Em 1962 se tornou comandante da “Escola de Pilotos para Pesquisa Aeroespacial”, com patente de Coronel. Esta foi a primeira instituição a preparar pilotos de teste militares dos EUA para voos espaciais, e formou 26 astronautas dos programas Gemini, Apollo e dos Ônibus Espaciais.

publicidade

Fonte: CNN