EnglishPortugueseSpanish

A agência espacial norte-americana (Nasa) divulgou nesta terça-feira os nomes dos primeiros 18 astronautas do programa Artemis, que pretende colocar novamente humanos na superfície da Lua já em 2024.

O anúncio foi feito pelo Vice-Presidente dos Estados Unidos, Mike Pence, durante a oitava reunião do Conselho Nacional do Espaço no Centro Espacial Kennedy, na Flórida.

publicidade

“Eu lhes apresento os heróis que irão nos levar para a Lua e além – a geração Artemis”, disse Pence. “É incrível pensar que o próximo homem e a primeira mulher na Lua estão entre os nomes que acabei de ler. Os astronautas da equipe Artemis são o futuro da exploração norte-americana do espaço – e este futuro é brilhante”.

Os 18 primeiros astronautas do programa Artemis são: Joseph M. Acaba, Kayla J. Barron, Raja Chari, Matthew S. Dominick, Victor J. Glover, Warren Hoburg, Jonathan Kim, Christina H. Koch, Kjell N. Lindgren, Nicole A. Mann, Anne C. McClain, Jessica U. Meir, Jasmin Moghbeli, Kathleen Rubins, Francisco C. Rubio, Scott D. Tingle, Jessica A. Watkins and Stephanie D. Wilson.

Alguns são “figurinhas conhecidas” por quem acompanha o programa espacial norte-americano. Victor J. Glover decolou recentemente a bordo da Crew-1, primeira missão tripulada regular da SpaceX a serviço da Nasa, e se tornou o primeiro homem negro na Estação Espacial Internacional (ISS).

Kathleen Rubins também está a bordo da ISS, e foi a primeira pessoa a sequenciar uma cadeia de DNA no espaço. Christina H. Koch e Jessica U. Meir, melhores amigas, realizaram no ano passado a primeira caminhada espacial com uma equipe totalmente feminina. Christina é a recordista feminina de permanência no espaço, com 328 dias em órbita.

Nasa prepara os astronautas do programa Artemis para estabelecer uma presença permanente na Lua até o final desta década. Imagem: Nasa
Nasa prepara os astronautas do programa Artemis para estabelecer uma presença permanente na Lua até o final desta década. Imagem: Nasa

Segundo a Nasa, esta é apenas a primeira equipe de astronautas do programa Artemis, e muitas outras virão. A agência espera estabelecer uma “presença permanente” em nosso satélite até o final desta década.

O primeiro voo do programa Artemis deve acontecer no ano que vem, quando a Nasa fará um teste não tripulado do foguete SLS (Space Launch System) e da cápsula Orion. Mas os astronautas do programa Artemis só deixarão a Terra em 2023, com uma missão circumlunar similar à Apollo 8, de 1968: os astronautas darão uma volta ao redor da Lua, mas não pousarão.

A própria Nasa admite que será difícil cumprir o objetivo de pousar uma tripulação na Lua em 2024. O principal desafio não é técnico, mas sim financeiro: a agência pediu US$ 3,3 bilhões para o governo dos EUA para o ano de 2021, mas o Senado só se dispões a aprovar US$ 1 bilhão. A câmara dos deputados queria um valor ainda menor, US$ 600 milhões.