As tradicionais comemorações de fim de ano de Londres estão oficialmente suspensas. Boris Johnson optou por tornar as regras de isolamento social ainda mais rígidas e levar o Reino Unido ao lockdown mais uma vez.

A principal causa é o aumento de infecções causadas por uma nova variante do novo coronavírus. O problema é que ela é até 70% mais contagiosa que as mutações identificadas até agora. Segundo especialistas britânicos, ela não é mais letal que outras cepas, mas contamina muito mais rapidamente. E isso pode levar a uma explosão de casos.

publicidade

Segundo Julien Tang, pesquisador da Universidade de Leicester, essa variante já circulou aqui pelo Brasil em abril. Depois, foi observada na Austrália, em junho, e nos Estados Unidos, em julho. Esta infectologista brasileira explica que ainda há muitas incertezas sobre essa mutação.

Apesar das preocupações com a nova mutação, cientistas britânicos estão esperançosos com o início das campanhas de vacinação. Não há indícios de que a variante seja resistente às vacinas em desenvolvimento. Além disso, vale lembrar que o número de mortes por covid-19 tem se mantido relativamente estável, apesar do crescimento no número de infecções.

A vacina continua a ser a grande esperança para controlar a doença e as mortes causadas por ela. Enquanto o medicamento não chega a todos, a infectologista reforça que seguir as medidas de prevenção é a melhor forma de evitar novos casos.