EnglishPortugueseSpanish

Um vídeo mostrando um suposto protótipo do Apple Watch postado nessa segunda-feira (28) no YouTube revelou ao público um pouco do esquema de segurança da empresa, conhecida por manter seus produtos em desenvolvimento sob forte sigilo.

O equipamento foi revelado em setembro no Twitter pelo usuário ‘AppleDemoYT’, mas só agora foi possível vê-lo em funcionamento. O protótipo é acompanhado por uma caixa de papelão, sua embalagem durante o envio para testes de hardware.

publicidade

Em um adesivo colado na caixa consta o aviso de que o dispositivo não recebeu autorização do FCC, o órgão regulador do setor de telecomunicações dos Estados Unidos. Em outro, a informação de que o produto é classificado como Apple Confidential e integra o “programa de segurança ‘Ultra'”.

Ainda é possível ver outro adesivo localizado na parte de trás do protótipo do Apple Watch, com a sigla PVTe, cujo significado seria Product Validation Testing (engineering), uma engenharia feita para testes de validação do produto. A placa de protótipo do iPhone original trazia um código semelhante, EVT, referente a Engineering Validation Testing, sendo uma amostra de testes de validação de engenharia.

Ao ser ligado, ele exibe aplicativos internos da empresa, usados nas etapas de desenvolvimento e anteriores ao watchOS 1.0, primeira versão comercial do sistema operacional que roda no smartwatch.

Um dos apps chamado de Lisa Tester é representado pelo ícone da personagem Lisa Simpson e permite que testadores façam alterações na interface. O nome seria uma homenagem à filha de Steve Jobs e também ao Apple Lisa, um dos primeiros computadores com uma interface gráfica (GUI).

publicidade

Sem a Coroa Digital de navegação presente nos modelos atuais, o aparelho apresenta alguns botões de navegação localizados nas laterais, mas nem todos são utilizados no vídeo. Um deles, no lado direito, é acionado para desligar o dispositivo.

Não há confirmação de que se trata de um modelo real do protótipo do Apple Watch e é possível que nunca saibamos de fato. Mas todos os detalhes vistos no vídeo indicam que sim e são um prato cheio para os fãs da empresa, que passam conhecer um pouco mais sobre os bastidores “secretos” de seus produtos favoritos.

Fonte: The Verge