EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Enquanto empresas como a Apple, Xiaomi e Samsung estão retirando os adaptadores de tomada das caixas dos seus novos modelos de smartphones, a chinesa Huawei parece adotar uma estratégia oposta: a empresa está desenvolvendo um impressionante carregador de 135 W.

Um relatório vazado na rede social chinesa Weibo, microblog chinês, mostra que o acessório obteve recentemente a certificação 3C na China. No documento, porém, não fica claro se o adaptador serve para celulares ou notebooks — ou ainda se é um carregador duplo, que serviria para diversos dispositivos eletrônicos diferentes.

publicidade

Rumores, no entanto, indicam que o componente poderá acompanhar o top de linha Huawei P50, cujo lançamento está marcado para março deste ano.

O modelo do carregador é chamado de HW-200675CP0, e está sendo produzido pela Dongguan Aohai Technology. O carregador também é capaz de suportar até seis níveis de potência: 15 W, 27 W, 60 W, 75 W, 94 W e 135 W.

Atualmente, o carregador mais rápido da Huawei tem uma potência máxima de 66 W.

tabela que fala da potencia dos carregadores 135 w
Imagem retirada do documento de certificação mostra os níveis de potência suportados pelo adaptador da Huawei. Imagem: Gizchina/Reprodução

A ideia de começar a vendar smartphones sem carregadores ou fones de ouvido partiu da Apple no lançamento do iPhone 12. A empresa argumentou os benefícios ao meio ambiente. Mas a notícia causou controvérsia não só nas redes sociais, mas também em órgãos de regulação pelo mundo.

publicidade

No Brasil, o Procon dos estados de São Paulo e de Santa Catarina notificaram recentemente a empresa sobre o assunto.

Além disso, a Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon) notificou no mês passado as empresas Apple, Samsung, Motorola, Xiaomi, LG e Asus pelo mesmo motivo. O documento teria o objetivo de questionar se a venda de celulares sem os acessórios em questão viola os direitos do consumidor.

Via: Gizchina