EnglishPortugueseSpanish

Parler processa Amazon após ser banido dos servidores da empresa

Redação 12 de janeiro de 2021
publicidade

O Parler está processando a Amazon pelo banimento de sua estrutura dos serviços de hospedagem da empresa.

A rede social utilizada pela extrema-direita para veicular discursos de ódio acusa a empresa de Jeff Bezos de quebra de contrato e violação de leis antitruste.

publicidade

Segundo documentação do processo, o Parler viu a decisão da Amazon como arbitrária, alegando que a medida foi tomada sem obediência às normas contratuais, como uma notificação antecipada de 30 dias de término do serviço.

A Amazon, por seu lado, defendeu-se alegando que a decisão foi tomada após identificar diversas postagens, ao longo de “semanas”, que traziam conteúdo de preconceito e incitação à violência.

O Parler é uma ferramenta muito popular entre apoiadores do presidente americano Donald Trump, que está em vias de terminar o mandato após ser derrotado nas eleições presidenciais de 2020 pelo democrata Joe Biden.

Usuários da plataforma sinalizaram apoio a Trump ao não aceitarem a derrota do republicano. A situação culminou na invasão e ataque ao Capitólio, em Washington, na última semana.

publicidade