EnglishPortugueseSpanish
publicidade

Desde que as casas ganharam mais automação, um dos pontos-chave são os interruptores de luz. Quem já instalou uma lâmpada inteligente sabe: é preciso manter o interruptor ligado para que ele possa ser controlado a distância pela rede Wi-Fi. E isso nem sempre é conveniente.

Nesta CES 2021, a Philips apresenta uma novidade que pode mudar isso. É o Philips Hue Wall Switch Module, que deve ser instalado atrás do interruptor já existente.

publicidade

O dispositivo vem com uma bateria interna, que promete durar cinco anos, e garante acesso às lâmpadas mesmo quando o interruptor está desligado. Não espere que eles sejam baratos: o preço do produto nos EUA é US$ 40. Ainda não há estimativa para o Brasil.

Dimer magnético amplia possiblidades de controle na casa conectada.
Dimer magnético amplia possiblidades de controle na casa conectada. Foto: divulgação

A linha Hue ganhou outros novos itens, como lâmpadas externas e uma nova versão do dimer sem fio. O dimer se acopla magneticamente e funciona com qualquer lâmpada da família Hue. Os controles de cenário e condições de luz foram aprimorados para combinar com os horários do dia. Vai custar US$ 25 nos EUA. 

Interruptores na rede Wi-Fi

Outra marca que tem buscado oferecer conveniência e conforto de casa conectada aos clientes é a TP-Link. Uma das novidades mostradas na CES 2021 foi o kit com interruptor inteligente da linha Kasa.

Com ele, qualquer lâmpada comum com interruptor paralelo (ou seja, de três vias) pode se transformar em um modelo sem fio inteligente. O sistema tem, ainda, o recurso de dimer, que permite alterar a intensidade da iluminação, e controle de voz, que pode ser feito por meio do Google Assistente e da Alexa.

publicidade

Em tem mais: o interruptor dimer com sensor de movimento. Ele pode ser usado para determinar o horário em que as lâmpadas devem ser desligadas, com base em movimento. Além disso, é possível usar o recurso de fade de manhã e à noite para que a transição da iluminação seja sempre suave.