Vacinação contra Covid-19 começa dia 20, confirma Pazuello

Em reunião com prefeitos de cerca de 130 municípios do Brasil, o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, confirmou a data da vacinação nacional contra a Covid-19: dia 20 de janeiro. A previsão é de que 8 milhões de doses estejam disponíveis, mas a campanha ainda depende da aprovação das vacinas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa).

A declaração foi feita em uma videoconferência com a Frente Nacional de Prefeitos. Na última segunda-feira (11), Pazuello afirmou que as primeiras doses da vacina contra a Covid-19 serão enviadas para todos os estados em até quatro dias após a autorização oficial da Anvisa, anúncio esperado para o próximo domingo (17).

Duas vacinas estão aguardando liberação para uso emergencial, temporário e experimental: a Coronavac, desenvolvida pela chinesa Sinovac, em parceria com o Instituto Butantan, e a vacina da AstraZeneca/Oxford, testada pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz). O Ministério da Saúde ainda trabalha com a hipótese de iniciar a campanha nacional de vacinação até o dia 10 de fevereiro.

Butantan e Fiocruz podem disponibilizar oito milhões de doses de vacinas nas próximas semanas. Imagem: w1snu.com/Shutterstock

Já o governo do estado de São Paulo confirmou que pretende iniciar sua campanha de vacinação contra a Covid-19 no próximo dia 25 – num esquema que mobilizará 77 mil profissionais de saúde e segurança. Para que essa logística possa funcionar, a Secretaria Estadual da Saúde fará um pré-cadastro com as pessoas que receberão a imunização.

Doses importadas

Parte das doses da vacina da AstraZeneca/Oxford virá da Índia, em um voo fretado da companhia aérea Azul, previsto para decolar a partir do aeroporto dos Guararapes, no Recife, na noite desta sexta-feira (15).

A volta da aeronave ao Brasil, com dois milhões de doses do imunizante, estava marcada para o sábado (16), pelo Aeroporto do Galeão, no Rio de Janeiro. Mas uma alteração no voo da ida fez com que o retorno ainda não fosse definido.

“A data de retorno do avião ao Brasil, com a carga de vacinas estimada em 15 toneladas, ainda está sendo avaliada de acordo com o andamento dos trâmites da operação de logística feita pelo Governo Federal em parceria com a Azul”, diz a nota do ministério da Saúde.

Via: Folha de S. Paulo/Agência Brasil

Esta post foi modificado pela última vez em 14 de janeiro de 2021 14:50

Compartilhar
Deixe seu comentário