EnglishPortugueseSpanish

A partir desta segunda-feira (18) começam a ser distribuídas doses, seringas e agulhas para imunização de profissionais de saúde de seis hospitais de referência do Estado de São Paulo. A ação faz parte do plano logístico do governo paulista para a vacinação contra a Covid-19, que teve início no domingo (17).

Os hospitais contemplados são: Hospitais das Clínicas da capital, e de Ribeirão Preto (313 km de SP), ambos ligados à USP (Universidade de São Paulo); de Campinas (93 km de SP), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas); de Botucatu (238 km de SP), ligado à Unesp (Universidade Estadual Paulista); HC de Marília (435 km de SP), da Famema; e Hospital de Base de São José do Rio Preto (438 km de SP).

publicidade

Segundo o governo, as unidades foram selecionadas para a fase inicial porque são hospitais-escola regionais, com maior fluxo de pacientes em suas áreas de atuação. “Todos devem iniciar nesta semana a vacinação de suas equipes, que totalizam 60 mil trabalhadores”, diz a gestão Doria em nota.

HC
Hospital das Clínicas de SP é um dos primeiros hospitais do Estado a receber a vacina. Foto: Divulgação/Governo de SP

Na sequência, grades de vacinas e insumos também serão enviadas a polos regionais para redistribuição às prefeituras. A recomendação é de prioridade a profissionais de saúde que atuam no combate à pandemia

Ainda de acordo com o governo, cada hospital será responsável pelo preenchimento dos sistemas de informação oficiais definidos pela Secretaria Estadual da Saúde para monitoramento da campanha.

Campanha de vacinação

A campanha de vacinação em São Paulo começou na tarde do domingo, no HC (Hospital das Clínicas), pouco tempo depois de a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, a Anvisa, liberar, com restrições, o uso emergencial da CoronaVac — vacina fabricada pelo laboratório chinês Sinovac em parceria com o Instituto Butantan.

publicidade

A enfermeira Mônica Calazans, 54 anos, da UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Instituto de Infectologia Emílio Ribas, foi a primeira a receber a vacina, em cerimônia no Hospital das Clínicas, ao lado do próprio governador do estado, João Doria (PSDB).

Já o plano nacional de vacinação contra a Covid-19 no país começará nesta quarta-feira (20), às 10h. Até as 17h horas desta segunda, todas as capitais brasileiras devem receber as 4.636.936 doses do primeiro lote da CoronaVac. Esta foi a determinação do ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, em apresentação no Departamento de Logística em Saúde (DLog), em Guarulhos.  

Via: Agora/Folha de S.Paulo