Usuários da Netflix estão sendo alvo de um novo golpe do tipo phishing. Especialistas em segurança alertam que o objetivo dos cibercriminosos é roubar os dados bancários das vítimas e as credenciais utilizadas para acessar a plataforma de streaming.

Uma falsa mensagem que ameaça cancelar as contas dos assinantes é distribuída por e-mail. O alerta diz que caso o usuário não verifique suas informações de pagamento “o quanto antes”, sua conta pode ser deletada.

publicidade

Os golpistas, então, estabelecem um prazo de 48 horas antes que o acesso ao serviço seja “bloqueado”. Essa falsa ameaça de bloqueio, e com tão pouco tempo para agir, acaba fazendo com que mais pessoas acessem o link anexado a mensagem e caiam no golpe.

Netflix
Golpe ameaça deletar contas de assinantes da Netflix. Imagem: GoodLifeStudio/iStock

No Reino Unido, uma das regiões onde esse tipo de e-mail está circulando, o novo lockdown por conta da pandemia fez com que mais britânicos se tornassem alvo dessa ameaça, segundo o especialista em segurança digital, Ray Walsh.

Posicionamento da Netflix

A Netflix ressalta que não entra em contato com seus assinantes por e-mail ou mensagens de texto para confirmar qualquer tipo de informação relacionada ao pagamento de assinaturas ou senha de acesso ao serviço.

A companhia ainda declarou que nunca enviaria uma solicitação de pagamento por um site ou serviço de terceiros.”Se a mensagem de texto ou e-mail enviar uma URL que você não reconheça, não clique ou acesse. Caso já tenha feito isso, não preencha nenhuma informação nesse site”, recomenda.

phishing
Golpe do tipo phishing ameaça assinantes da Netflix. Imagem: adventtr/iStock

Golpe repetitivo

Esse mesmo tipo de golpe foi explorado por cibercriminosos em agosto do ano passado. O objetivo era roubar os dados do cartão de crédito dos assinantes do serviço. De acordo com a companhia de segurança da informação ESET, a ameaça também foi distribuída por e-mail.

No corpo da mensagem era informado sobre uma falsa “dívida acumulada em nome da vítima”, o que poderia levar à suspensão do serviço” caso o usuário não agisse rápido. A ideia, assim como neste novo golpe do tipo phishing, foi apelar para o imediatismo da ação para tentar enganar o usuário.

Via: Express UK