EnglishPortugueseSpanish

A Apple está desenvolvendo um headset VR (sigla em inglês para realidade virtual), segundo fontes da agência de notícias Bloomberg, que deve contar com funcionamento autônomo (ou seja, bateria própria, tal qual os dispositivos da Oculus). As informações citam que ele é feito em tecido e deve trazer processadores “mais poderosos” que o M1, que a Apple usa em alguns de seus computadores pessoais.

De acordo com as fontes, que pediram pelo anonimato por estarem próximas ao desenvolvimento do projeto, o headset VR da Apple vem encontrando alguns problemas de confecção, com protótipos sendo descartados por saírem muito grandes ou pesados.

publicidade

Os rumores indicam que o exterior deverá ser majoritariamente feito em tecido a fim de reduzir esse peso. Mas um detalhe interessante chama a atenção: aparentemente, o aparelho da fabricante contará com uma ventoinha de refrigeração – o que é anacrônico a tradição Apple de um design sem esse tipo de componente.

headset vr apple
Apple está se preparando para entrar no mundo da realidade virtual, planejando lançar um headset em 2022, segundo rumores. Imagem: KristinaSZ/Shutterstock

Detalhes do headset VR da Apple

Outras informações levantadas por fontes da Bloomberg incluem:

  • O headset VR da Apple vem usando o codinome “N301”
  • Alguns protótipos incluem câmeras externas para funções de realidade aumentada (AR)
  • As supostas câmeras externas também podem servir como rastreio de movimento das mãos do usuário
  • Funções de software podem incluir um teclado virtual para digitação

Ao que as fontes indicam, o headset VR da Apple deve chegar no início de 2022, mas não espere por algo simples de ser adquirido. Assim como boa parte dos produtos da empresa, ele deve trazer um valor elevado se comparado aos seus congêneres. Segundo a Bloomberg, isso se dará pelo fato de que o aparelho da empresa de Cupertino será um “modelo de nicho”, tanto que a Apple pensa em limitar as vendas do aparelho a uma unidade por loja – produzindo um máximo de 200 mil unidades por ano.

Fonte: Bloomberg