Um senhor de 78 anos, diagnosticado com cegueira, recobrou a visão depois de receber um novo tipo de implante de córnea sintética. Após um dia, o idoso já foi capaz de reconhecer os familiares.

Batizada de KPro, a novidade foi criada pela companhia israelense CorNeat Vision. Trata-se do primeiro implante artificial capaz de ser integrado na parede ocular do paciente.

publicidade

A tecnologia pode substituir uma córnea acometida por doenças degenerativas sem a necessidade de tecidos de um doador.

O KPro pode ser implantado de forma relativamente simples, com cortes mínimos e pouca sutura. De acordo com a CorNeat Vision, o implante ainda “estimula a proliferação de células e leva à integração progressiva do tecido”.

Além disso, segundo a empresa, em questão de semanas, o processo de cicatrização integra o implante ao globo ocular do paciente.