EnglishPortugueseSpanish

Variante britânica da Covid-19 é mais letal, diz pesquisador dos EUA

Redação 25 de janeiro de 2021

Dados mais recentes sobre a variante britânica da Covid-19, conhecida como B117, indicam que ela não só é mais transmissível como também tem a capacidade de desenvolver a doença de maneira mais grave – e levar a mais mortes.

A informação foi confirmada pelo diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, durante o Fórum Econômico Mundial, nesta segunda-feira.

publicidade

Fauci é o principal pesquisador de doenças infecciosas dos Estados Unidos, e lidera os esforços de combate à pandemia da gestão Biden.

Por videoconferência, o médico debateu com outros especialistas medidas para que empresas e governos possam aumentar sua colaboração nos esforços de recuperação da Covid-19.

A B117 foi descoberta no ano passado, no Reino Unido. Até o momento, cientistas sabiam que ela era mais transmissível, mas a conclusão sobre ela ser mais letal foi divulgada agora.

Fauci garantiu, porém, que as vacinas em uso no momento serão boas contra a mutação britânica e também a encontrada na África do Sul, conhecida como B1351.

O pesquisador concluiu dizendo que especialistas em todo o mundo trabalham em versões atualizadas da vacina para que neutralizem variantes da Covid-19.