Categoras: NotíciasPro

Apple teve US$ 78 bilhões de receita só com iPhones, acessórios e vestíveis

A Apple divulgou, nesta quarta-feira (27), os resultados fiscais do seu primeiro trimestre fiscal de 2021. A empresa registrou receita recorde de US$ 111,4 bilhões, um aumento de 21% ano a ano. O lucro líquido registrado foi de US$ 28,76 bilhões. No quarto trimestre, encerrado em 26 de setembro, a companhia registrou receita de US$ 64,7 bilhões.

Os principais responsáveis pelo crescimento massivo, segundo a empresa, foram produtos como o iPhone, wearables e serviços. No trimestre, “as vendas internacionais representaram 64% da receita”, disse a Apple em comunicado.

Vale notar que a companhia não divulga individualmente os resultados de vendas de seus produtos, mas os divide em categorias nos relatórios. O iPhone, por exemplo, foi responsável por US$ 65,6 bilhões (+17) da receita. A categoria de serviços, por outro lado, registrou US$ 15,76 bilhões (+24%); no trimestre anterior, os serviços da empresa foram responsáveis por US$ 14,54 bilhões da receita.

Separadamente, os produtos da Apple foram responsáveis por cerca de US$ 95,6 bilhões no trimestre. Imagem: Apple/Divulgação

Carregadores tiveram impacto na receita da Apple?

A categoria do Mac registrou US$ 8,68 bilhões (+21%) e do iPad US$ 8,44 bilhões (+40%). Já a categoria de vestíveis, casa e acessórios registrou US$ 12,97 bilhões (+24%). No mesmo período, em 2019, ela foi responsável por US$ 10 bilhões da receita no primeiro trimestre.

Não fica claro, porém, se a mudança no modelo de negócios da empresa de não mais enviar carregadores na caixa de alguns produtos – como novos modelos do iPhone e do Apple Watch – surtiu efeito imediato na receita.

O que pode ter impulsionado algumas categorias, como Mac e iPad, foi o trabalho remoto adotado como estratégia para frear o contágio da Covid-19.

Novos Macs, com chip M1, também já estão disponíveis no Brasil desde o final de 2020. Imagem: Apple/Divulgação

O período também compreende as vendas dos novos Macs com chip M1, proprietário da Apple, além da linha iPhone 12, que normalmente é lançada no período fiscal anterior. Neste ano, vale lembrar, o iPhone foi lançado um mês depois do tradicional.

Tim Cook, CEO da Apple, disse que o trimestre “não teria sido possível sem o trabalho incansável e inovador de cada membro da equipe em todo o mundo”. O executivo também disse que a empresa está satisfeita com a “resposta entusiástica dos clientes” em relação aos produtos lançados recentemente.

Fonte: Apple

Esta post foi modificado pela última vez em 27 de janeiro de 2021 19:58

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Wellington Arruda