O Twitter anunciou na terça-feira (26) a compra da plataforma Revue, empresa especializada em boletins informativos para escritores e editores. A proposta é oferecer novos recursos para usuários que compartilham seus conteúdos. A negociação, que não teve o valor divulgado, marca a nova fase de expansão do Twitter, com investimento em assinaturas.

A Revue será um “serviço autônomo” do Twitter e terá a sua equipe ampliada após o acordo. A empresa holandesa oferece opções de boletins informativos gratuitos e pagos. A versão gratuita permite que os redatores enviem newsletters para até 50 pessoas. Já na versão paga o limite é de até 40.000 pessoas.

publicidade
plataforma de newsletters da revue
Twitter expande sua atuação com a compra da plataforma de newsletters Revue. Imagem: maicasaa/Shutterstock

O Twitter garante que os recursos Premium da plataforma de newsletters Revue serão gratuitos para todos os usuários. As taxas serão eliminadas e a comissão será de 5% para cada assinante. Segundo, Kayvon Beykpour, líder de Produto da rede social, “tudo funcionará perfeitamente no Twitter”.

A rede social amplia a sua atuação oferecendo mais espaço para escritores, jornalistas e produtores de conteúdo.

Combate às fake news

Recentemente o Twitter anunciou o lançamento do programa Birdwatch, para combater notícias falsas. Inicialmente disponível apenas nos Estados Unidos, o projeto-piloto vai reunir cerca de mil usuários, que poderão adicionar notas e contextos informativos em tuítes considerados enganosos.

Por ora, as notas estarão visíveis apenas no site Birdwatch. No entanto, o Twitter afirma que está trabalhando para melhorar o recurso e posteriormente liberá-lo para todos os usuários da plataforma.

Outra novidade que o microblog anunciou recentemente foi a atualização da sua API, ampliando recursos de estudo para auxiliar pesquisadores acadêmicos. A mudança deve facilitar o compartilhamento de pesquisas com governos e entidades interessadas. Conforme anúncio oficial no blog oficial da empresa para desenvolvedores, a novidade passou a ser disponível desde a última terça-feira (26).

Fonte: Axios