A Toyota garantiu que está trabalhando para entregar o sistema de direção assistida mais seguro do mundo, desenvolvido pela sua unidade de pesquisas avançadas Woven Planet. Em um evento online, a montadora disse que está pronta para revelar um protótipo de carro conectado e totalmente autônomo “em um futuro próximo”, sem dar detalhes.

Na apresentação, os executivos da Woven Planet afirmaram que o novo sistema de direção assistida seria montado nos carros da empresa até o final deste ano. Liderada pelo ex-roboticista do Google, James Kuffner, a unidade de pesquisas coletará dados de dezenas de milhões de carros Toyota no desenvolvimento de software de inteligência artificial.

publicidade

“Este é realmente apenas o começo”, disse Kuffner, em uma apresentação pré-gravada. O evento online, chamado de “The Genesis”, ainda apresentou os principais executivos do Woven Planet Group, incluindo o herdeiro fundador da família, Daisuke Toyoda, filho do CEO da Toyota, Akio Toyoda.

Os testes para os carros autônomos serão conduzidos em outro grande projeto da montadora: a “cidade do futuro” Woven City, que será construída na base do Monte Fuji. O “laboratório vivo” terá moradores em tempo integral e pesquisadores que irão testar e desenvolver tecnologias em robótica, mobilidade pessoal e casas inteligentes, em um ambiente movido a células de combustível de hidrogênio.

Ilustração da Woven City, a cidade conectada da Toyota. Imagem: Woven Planet/Divulgação

A Woven Planet foi criada a partir de um investimento de US$ 800 milhões no Toyota Research Institute – Advanced Development (TRI-AD), e começou a operar neste mês. Além das próprias pesquisas, a unidade financia empresas que estão desenvolvendo tecnologias e modelos de negócios inovadores em áreas como mobilidade autônoma, automação, inteligência artificial, aprendizado de máquina, conectividade e cidades inteligentes.

Primeiro elétrico

Em dezembro passado, a Toyota anunciou que lançaria seu primeiro carro totalmente elétrico, um SUV de tamanho médio, “nos próximos meses”. O veículo será baseado em uma plataforma para carros totalmente elétricos chamada e-TNGA, que segundo a montadora tem como principal destaque sua versatilidade.

A plataforma permite que a largura, comprimento, distância entre as rodas e altura do veículo sejam personalizados de acordo com a necessidade do projeto. Também pode acomodar carros com tração frontal, traseira ou nas quatro rodas, com motores de capacidade variada de acordo com o tipo do veículo e perfil de uso.

A Toyota afirma que o primeiro modelo baseado na e-TNGA já foi desenvolvido e está sendo preparado para fabricação, que será feita na Toyota ZEV Factory no Japão.

Via: Reuters