O Spotify registrou uma patente que vai permitir à plataforma sugerir playlists e músicas aos usuários por meio de suas emoções, gênero, idade ou até mesmo o sotaque.

Basicamente, o Spotify poderá “fazer observações” ao usuário por meio de uma tecnologia de reconhecimento de voz e discurso.

publicidade

A forma como a pessoa desenvolve a interação também será um indício para que a plataforma determine se ela está empolgada, chateada ou simplesmente entediada.

Após “sentir” o clima do usuário, o Spotify combinará essas informações com músicas que ele já tenha ouvido no passado, ou o gosto musical de playlists ouvidas pelos seus amigos.

Em seguida, a plataforma vai gerar uma série de recomendações, desde músicas específicas a listas de reprodução completas e tematizadas.

Com a nova tecnologia, o Spotify espera tornar a experiência mais fluida e a capacidade de customização sonora mais inteligente.

Mas, quem se empolgou com a ideia vai ter que esperar um pouco. Ainda não há uma data específica para que o recurso seja lançado.