A SpaceX finalmente conseguiu a autorização para fazer o teste da Starship SN9, nono protótipo da espaçonave que a empresa espera usar em um futuro próximo para colonizar Marte.

Na manhã desta terça-feira, a empresa de Elon Musk recebeu liberação da Federal Aviation Administration, a agência que regula o setor aeronáutico e aeroespacial nos Estados Unidos.

publicidade

Como as condições climáticas ajudaram, a Starship SN9 foi preparada para ser colocada à prova em seu voo de 10km de altitude partindo de Boca Chica, no Texas.

Ao longo do dia, o mundo acompanhou com expectativa os preparativos para o grande momento. O dispositivo foi lançado pouco depois das 17h30, no horário de Brasília. Após um belo voo, porém, a Starship SN9 voltou ao solo com uma explosão.

O teste estava originalmente previsto para a última quinta-feira. No entanto, a FAA, não emitiu a autorização a tempo.

A justificativa para isso é que havia uma revisão de questões de segurança em andamento.

O veto fez com que Elon Musk, conhecido por ter cronogramas agressivos e ambiciosos para seus projetos, não ficasse nada satisfeito com o órgão.

No Twitter, o bilionário, que ainda não tinha dado a “pausa” na rede social, disparou que as regras da FAA “são destinadas a um punhado de lançamentos dispensáveis por ano de algumas instalações do governo”.