Categoras: Notícias

União Europeia investigará compra da ARM pela Nvidia

No ano passado, a notícia de que a Nvidia estaria adquirindo a ARM, fabricante de processadores famosa por sua forte presença no setor mobile, pegou muitas marcas e empresas de surpresa. Agora, entretanto, o negócio entre a Nvidia e a ARM pode enfrentar alguns problemas para ser concretizado com a anúncio de que a União Europeia e o Reino Unido iniciarão uma investigação sobre ele de acordo com informações do The Irish Times.

Por ser usado em diversos aparelhos como celulares, a grande preocupação sobre a aquisição da ARM consiste na neutralidade do cliente ser mantida, uma vez que a Nvidia poderia se beneficiar ou levar certas vantagens. Assim, a União Europeia e o Reino Unido decidiram investigar o acordo entre as empresas mais a fundo, mas sem a possibilidade de bloqueá-lo por completo. Ou seja, o acordo ainda pode ocorrer, mas algumas concessões devem ficar pendentes em decorrência destas investigações.

Reprodução: Tada Images/shutterstock.com

O fato de que outros órgãos estão passando a investigar o negócio mais de perto não chega a ser exatamente uma surpresa para as empresas. Ainda em janeiro deste ano, Andrea Coscelli, executiva chefe da CMA, afirmou que investigaria junto de outras autoridades o negócio para que os consumidores não fossem afetados ao ponto de ter que pagar por produtos mais caros ou de menor qualidade.

Anteriormente, vale lembrar, Jensen Huang, CEO da Nvidia, havia afirmado que manteria um modelo de licenciamento aberto na ARM justamente para não prejudicar nenhum cliente. A investigação do Reino Unido e da União Europeia ainda se encontra em fase preliminar, mas outras empresas como a Graphcore, que atua no mercado de semicondutores e conta com o apoio da Microsoft, também já levantou suas preocupações em relação ao negócio.

Inicialmente, a Nvidia e a Softbank, atual proprietária da ARM, haviam estabelecido um prazo de 18 meses para concluir o negócio da aquisição.

Via: Techradar

Esta post foi modificado pela última vez em 6 de fevereiro de 2021 13:00

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Alvaro Scola