Projeto Titan: Hyundai e Kia não estão mais em negociações para produzir carro elétrico da Apple

O Project Titan, iniciativa de veículo elétrico da Apple, ganhou as manchetes recentemente devido a rumores de que sua construção seria feita com base em uma plataforma desenvolvida pela Hyundai e sua subsidiária Kia. No entanto, os planos devem ser diferentes, já que, ao que parece, ambas abandonaram o projeto.  

Segundo o Wall Street Journal, a Kia chegou a procurar por potenciais parceiros recentemente para ajudar na construção do veículo – que envolveria um investimento multibilionário. Agora, segundo a Bloomberg, as montadoras dizem que não estão mais em negociações com a Apple.  

De acordo com pessoas familiarizadas com o assunto, a Hyundai forneceria a plataforma sobre a qual o veículo elétrico seria construído na América do Norte – a Apple seria responsável pelo hardware e software do carro.  

A montadora confirmou que as conversas de fato ocorreram, embora não tenha revelado se foi a escolhida pela empresa da maçã. “Entendemos que a Apple está em discussão com uma variedade de fabricantes globais de automóveis, incluindo a Hyundai Motors”, declarou a empresa.  

A produção do modelo supostamente começaria em 2024. Por isso, essa mudança pode atrasar o desenvolvimento da novidade – empurrando a suposta data de produção para algum momento depois disso.  

Também é possível que as empresas tenham decidido pausar as negociações, com possibilidade de retomá-las em breve.  

Isso é reafirmado por Ming-chi Kuo, analista que tem um bom histórico de acertos sobre os rumores da Apple. Ele afirma que a empresa da maçã ainda planeja usar a plataforma da Hyundai, mas que a fabricação do modelo não deve começar antes de 2025. 

Negociação com startup

Na tentativa de impulsionar o desenvolvimento de um (suposto) carro elétrico, a Apple teria discutido a aquisição da Canoo, durante reuniões com a startup californiana ao longo do primeiro semestre de 2020. A informação foi dada ao site The Verge por três pessoas familiarizadas com as negociações. 

Segundo afirmaram as fontes, a plataforma escalável de veículos elétricos da Canoo, chamada “Skateboard”, foi o que mais atraiu o interesse da Apple. A plataforma se destaca porque integra mais componentes eletrônicos do carro para maior flexibilidade no design da cabine.  

No entanto, a Canoo estava mais interessada em obter um investimento da Apple e, por fim, as negociações fracassaram. A startup de veículos elétricos se tornou uma empresa de capital aberto após se fundir com a Hennessy Capital Acquisition Corp. IV, no fim de 2020.  

“Canoo não comenta abertamente sobre discussões estratégicas, relacionamentos ou parcerias, a menos que seja considerado apropriado”, disse Tony Aquila, presidente executivo de Canoo, em um comunicado à publicação. A Apple não quis comentar. 

Via: Engadget

Esta post foi modificado pela última vez em 8 de fevereiro de 2021 10:41

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Luiz Nogueira