EnglishPortugueseSpanish

A Tesla anunciou que deve passar a aceitar bitcoins como pagamento por seus produtos em um futuro próximo, mostrando que o interesse da empresa – e de seu CEO, Elon Musk – na criptomoeda eram mais do que tuítes aleatórios.

A Tesla, no entanto, não confirmou “quais” produtos poderão ser pagos com bitcoin, então ainda não podemos afirmar que você poderá comprar um carro elétrico de luxo com a moeda virtual.

publicidade

O anúncio da Tesla ainda veio acompanhado de um investimento de US$ 1,5 bilhão (R$ 8,08 bilhões, na convergência direta). Com esse valor, a Tesla passa a ser dona de 41.141,92 bitcoins. Entretanto, a montadora automotiva ressaltou que a moeda virtual é altamente volátil, provavelmente referindo-se às flutuações bem grandes de seu valor no mercado internacional.

tesla bitcoin
A fim de se tornar mais atraente aos investidores de bitcoin, Tesla confirma que passará a aceitar pagamentos na criptomoeda. Imagem: Abu hasim.A/Shutterstock

Em outras palavras: bitcoin sobe muito, mas quando desce, desce com força.

Tesla e o Bitcoin

O romance entre a Tesla e o bitcoin não é tão recente quanto possa parecer. Em 2021, a criptomoeda passou por uma alta que foi percebida em todos os mercados financeiros mundiais. Em 8 de janeiro de 2021, a moeda teve valoração recorde, atingindo a casa de R$ 220 mil por bitcoin. Duas semanas depois, no dia 22, ela apresentou queda recorde de 11%.

Uma das razões para as sucessivas altas do início do ano, ironicamente, foi o próprio Elon Musk: uma semana depois da queda de 11%, ou seja, em 29 de janeiro, o segundo maior bilionário do mundo alterou a sua biografia no Twitter, apenas colocando a hashtag “#bitcoin”, sem nenhuma outra informação. A ação fez a criptomoeda render 14%.

publicidade

Não só isso: assim que o investimento feito hoje (8) pela Tesla foi publicado na SEC (a versão dos Estados Unidos para a nossa Comissão de Valores Mobiliários), o bitcoin teve nova alta, com seu preço disparando para a casa dos US$ 44 mil. Na nossa moeda, o recorde também foi quebrado com uma alta de 11%, cotada a R$ 234.651.

É bem evidente que a Tesla está apostando alto no bitcoin, no intuito de buscar os “novos milionários” coroados pela criptomoeda para seduzi-los com a compra de um dos sedãs de luxo da montadora elétrica. Entretanto, dada a volatilidade da moeda e o fato de que ela está sujeita a regulamentações fortes do governo dos EUA – o presidente recentemente empossado Joe Biden paralisou processos de adoção para que sua equipe econômica analise os cenários envolvendo a moeda virtual -, esse investimento da montadora pode acabar se provando um problema, se o valor do bitcoin vier abaixo.

Fonte: CNBC