EnglishPortugueseSpanish

O Mobile World Congress (MWC), principal feira do mercado mundial de telefonia e negócios mobile, pode passar por um novo adiamento, agora ficando marcado para algum momento no último trimestre de 2021 em Barcelona, Espanha.

A informação foi divulgada pelo jornal El Español, mas ainda não foi confirmada oficialmente pela GSMA, a organização por trás do congresso. Vale lembrar que o MWC foi a primeira grande baixa do mercado tecnológico em 2020: devido ao início da pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2), o evento acabou cancelado em fevereiro daquele ano – um mês antes de seu início programado.

publicidade

Originalmente, o MWC 2021 seria realizada entre os dias 1º e 4 de março deste ano, porém fontes do jornal espanhol afirmaram que o aumento global de novos contágios por parte da Covid-19 – a doença que deriva do coronavírus – fez com que a organização buscasse datas mais próximas do fim do ano, a fim de assegurar maiores garantias sanitárias no intuito de manter o evento em caráter presencial.

mwc 2021
A edição de Barcelona da MWC, anteriormente programada para junho e julho deste ano, pode ter sofrido novo adiamento, sendo remanejada para o fim do ano. Imagem: GSMA/Divulgação

Anteriormente, o MWC 2021 já havia sido adiado, saindo de março para julho e, aparentemente, agora para o fim do ano.

Em seus canais sociais, a GSMA chegou a receber questionamentos de profissionais e entusiastas do setor, mas ainda não respondeu nada sobre o caso. Por ora, a organização se mantém publicando apenas informações como novas palestras e empresas confirmadas para a MWC 2021.

Outro evento de porte global impactado pela pandemia em 2021 foi a Consumer Electronics Show (CES) 2021. Tradicionalmente realizada de forma presencial em Las Vegas, nos EUA, a ocasião, pela primeira vez em sua história, foi conduzida inteiramente on-line este ano. A Consumer Electronics Association (CEA), que organiza a feira, já deu a entender que, em 2022, isso deve se repetir.

publicidade

Não só a MWC 2021, mas os games também

Não só os smartphones e a MWC 2021 foram impactados pela Covid-19. Outros eventos, pertinentes ao mercado mundial dos videogames, já sinalizaram algum tipo de migração similar. A E3 2021, por exemplo, deve acontecer de forma digital, de acordo com documentos recentes obtidos pela mídia especializada americana.

A ESA, organizadora da feira, já enviou propostas a publishers de jogos e outras empresas do setor, com sugestões de patrocínios para uma feira apresentada virtualmente durante os dias 15, 16 e 17 de junho.

A Game Developers Conference (GDC) também passará por alterações este ano, porém em caráter híbrido: em agosto de 2020, a organizadora Informatech disse que o evento contará com um espaço físico em São Francisco (EUA). Nele, empresas e expositores estarão reunidos em número reduzido para apresentar via streaming suas palestras. A GDC 2021 será realizada entre os dias 19 e 23 de julho.

Finalmente, a Gamescom, possivelmente o maior evento do setor na atualidade, ainda não deu parecer sobre o formato do seu evento, previsto para acontecer entre os dias 25 e 29 de agosto de 2021.

Fonte: El Español, VGC