A Audi anunciou nesta terça-feira (9) o E-Tron GT, seu primeiro sedã 100% elétrico. O esportivo chegará ao mercado na primavera europeia e será vendido em duas versões, a E-Tron GT Quattro, com motor de 476 cv e a poderosa E-Tron GT RS, com respeitáveis 598 cv de potência. 

A versão de entrada do modelo deve alcançar até mais de 488 km de autonomia com apenas uma carga, com um modo de carregamento rápido que pode recuperar até 100 km de alcance em cinco minutos quando conectado em uma rede de alta velocidade, como a Electrify America da Volkswagen

publicidade

Em relação a potência, a versão Quattro vai de 0 a 100 km/h em 4,1 segundos, enquanto a versão RS faz isso em 3,3 segundos. Ambos com um motor duplo, configuração de tração nas quatro rodas alimentada por uma bateria de 93 kWh (com 85 kWh de energia utilizável).

Design do E-Tron GT é baseado no Porsche Taycan

Porsche Taycan
Porsche/Divulgação

O design do esportivo elétrico da montadora alemã lembram bastante as do Porsche Taycan, “meio irmão” do E-Tron produzido pela divisão de super esportivos do Grupo Volkswagen, com linhas futuristas e um perfil baixo, que dá um ar de esportividade ao sedã. 

A previsão é que o modelo chegue ao Brasil ainda em 2021, mas ainda não existe uma confirmação de data ou do valor do carro no Brasil. Na Europa, a versão Quattro chegará às concessionárias por 99.800 euros (cerca de R$ 650 mil), enquanto a RS custará 138.200 euros (em torno de R$ 900 mil na cotação atual). 

Porém, a versão básica contará com opcionais, como s faróis de LED Matrix da Audi, que possuem um sistema de espelhos complexo que pode moldar a luz de maneiras altamente específicas para a versão europeia, o que poderá aumentar o valor final do veículo. 

Via: The Verge e Quatro Rodas 

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!