Categoras: Notícias

Facebook inicia testes no Brasil para reduzir conteúdo político no feed

O Facebook anunciou nesta quarta-feira (10) que vai reduzir temporariamente a exibição de conteúdos políticos no feed de notícias “de uma pequena porcentagem de pessoas”. Os primeiros testes acontecem a partir desta semana no Brasil, no Canadá e na Indonésia. Em seguida, a partir da semana que vem, o experimento deve chegar aos EUA.

A medida tem uma explicação: os usuários do Facebook não querem que os conteúdos políticos dominem o feed de suas páginas na rede social e interfiram em suas experiências na plataforma. “Um dos principais feedbacks que recebemos de nossa comunidade é que as pessoas não querem que política e brigas tomem conta de suas experiências”, diz Mark Zuckerberg, CEO do Facebook.

Como grande parte das páginas sobre temas políticos são também as com mais engajamento (com curtidas, compartilhamentos e comentários), o algoritmo impulsiona esses perfis para garantir mais receita para a plataforma. E aí o conteúdo é exibido mesmo para quem quer evitar o tema. Isso pode estragar a experiência e desmotivar o uso da rede social — um dos principais temores do Facebook.

Facebook vai testar redução de conteúdos políticos para melhorar experiência de usuários. Foto: I AM NIKOM/Shutterstock

Como vai funcionar

A primeira medida será a redução temporária da distribuição de conteúdos políticos, mas isso não significa que o material será removido por completo. Conteúdos de agências e serviços oficiais do governo, bem como informações de organizações de saúde autorizadas sobre o combate à Covid-19, continuarão a aparecer.

Durante o período experimental, o Facebook vai entrar em contato com os usuários para coletar feedback e avaliar a eficácia da abordagem. Como a empresa não definiu exemplos do que considera como conteúdo político, a medida deve servir como termômetro para determinar quais temas ou posts são relacionados a política pelos usuários.

A ação também será importante para entender preferências pessoais e deve servir como base para uma abordagem futura do Facebook em relação a temas políticos. Essa nova estratégia ainda não tem data para ser implementada.

Via: G1

Esta post foi modificado pela última vez em 10 de fevereiro de 2021 15:04

Compartilhar
Deixe seu comentário
Publicado por
Igor Shimabukuro