EnglishPortugueseSpanish

Em entrevista à CNBC, o diretor financeiro do Twitter, Ned Segal, afirmou que a empresa pensou em como poderia pagar funcionários ou fornecedores em bitcoins, e que continua a analisar usos potenciais para a criptomoeda.

“Pensamos muito sobre como poderíamos pagar nossos funcionários se eles pedirem para ser pagos em bitcoins, ou como poderíamos pagar um fornecedor se ele pedisse para ser pago em bitcoins”, disse Segal. “É algo que continuamos a analisar e estudar, queremos ter isto em mente a longo prazo, mas ainda não fizemos nenhuma mudança”.

publicidade

“Uma dos principais fatores que teríamos de analisar se as pessoas nos pedirem transações em bitcoins é se convertemos dólares em bitcoins no momento da transação ou se queremos ter bitcoins em caixa para completar a transação”, disse o executivo.

O Bitcoin vive um bom momento no mercado. A cotação da moeda já ultrapassa os 46 mil dólares (R$ 249 mil), uma valorização de quase 460% em um ano.

bitcoin
Representação física do Bitcoin. A moeda é digital, e seu valor não é controlado por nenhum governo. Imagem: Shutterstock

Recentemente a Tesla anunciou que deve passar a aceitar bitcoins como pagamento por seus produtos em um futuro próximo, mostrando que o interesse da empresa – e de seu CEO, Elon Musk – na criptomoeda era mais que tuítes aleatórios. Além disso, a empresa investiu US$ 1,5 bilhão (R$ 8,08 bilhões, em conversão direta) na moeda, comprando o equivalente a 41.141,92 bitcoins

A Tesla, no entanto, não confirmou “quais” produtos poderão ser pagos com bitcoins, então ainda não podemos afirmar que você poderá comprar um carro elétrico de luxo com a moeda virtual.

publicidade

Além do Bitcoin

Não é só o Bitcoin que está se valorizando. Outras criptomoedas, como a Ethereum e a Dogecoin, vem batendo recordes desde o início do ano. A Ethereum superou sua marca histórica no início de fevereiro, e desde então subiu ainda mais: atualmente está cotada em US$ 1.800, cerca de R$ 9.600.

Outra que deve valorização súbita foi a Dogecoin. Após uma série de tuítes de Elon Musk promovendo-a como a “criptomoeda do povo”, ela teve salto de 68%. Atualmente uma Dogecoin vale US$ 0,07, cerca de R$ 0,38.

Fonte: The Wall Street Journal