EnglishPortugueseSpanish

Elon Musk quer fazer com que o Tesla Roadster, o veículo mais leve da montadora de carros elétricos, seja capaz de “planar” mas sem matar ninguém, ele ressalta. A afirmação, que está longe de ser uma brincadeira, foi feita por ele em uma nova visita ao podcaster Joe Rogan – e olhe que, dessa vez, ele nem fumou maconha.

Durante o show, Musk reafirmou o desejo de ver seu veículo planando por aí. “Eu quero que ele seja capaz de planar, e eu estava tentando descobrir como fazê-lo planar sem, bem, matar pessoas”, disse o CEO. “Talvez ele pudesse planar por, sei lá, um metro acima do chão ou algo assim. Se você cair, vai estourar as suspensões [do carro], mas você não vai morrer”.

publicidade
Em reencontro com Joe Rogan, Elon Musk afirmou seu desejo de fazer o Tesla Roadster planar
Joe Rogan novamente recebeu Elon Musk em seu podcast, onde o executivo da Tesla falou sobre foguetes em carros, janelas quebradas e colonização interplanetária. Imagem: Joe Rogan Experience/Reprodução

A ideia, por incrível que pareça, não é exatamente nova: em 2018, Musk afirmou em sua conta no Twitter como pretende incorporar algumas tecnologias da SpaceX no mesmo Tesla Roadster – especificamente, propulsores para tirar o carro do chão. “O gás contido seria de ultra-alta pressão dentro de um recipiente COPV igual aos foguetes da SpaceX. O ar que deixa os propulsores seria imediatamente recuperado sempre que a potência do veículo permitisse a operação da bomba, o que seria a maior parte do tempo”, ele disse na época.

Evidentemente, a ideia de colocar propulsores em um carro, embora louca o suficiente para sair da cabeça de Elon Musk, dificilmente seria viável por vários motivos. Entre eles, há a burocracia necessária com os corpos governamentais para aprovar esse tipo de implementação – o Tesla Roadster pesa 1,3 tonelada, afinal.

Além do carro planar, Musk relembra Cybertruck

Musk também abordou a demonstração do Cybertruck, que teve suas janelas supostamente inquebráveis destruídas durante a primeira demonstração do veículo, gerando incontáveis memes pela internet. Na ocasião, o designer Franz Von Holzhausen atirou bolas de aço contra a janela do veículo, estilhaçando-a instantaneamente. Pensando tratar-se de um momento de azar, ele atingiu o carro de novo e, bem, quebrou de novo.

Cybertruck e a destruição da janela indestrutível
“Dou-lhe uma…”. Imagem: Tesla/Reprodução
Cybertruck e a destruição da janela indestrutível
“Dou-lhe duas…”. Imagem: Tesla/Reprodução

Musk disse que não há com o que se preocupar em relação a isso, reiterando que as janelas do carro de grande porte são mesmo indestrutíveis. “Vidros da [linha de] produção são bem mais robustos que o vidro usado na demonstração. Você precisa de ferramentas gigantes e fornos para fazer vidro de produção, e fazê-los também leva tempo. Vidros de produção sempre serão melhores que vidros de demonstração”.

publicidade

Musk também ofereceu uma explicação para o que pode ter acontecido de fato: antes de jogar as bolas de metal, Holzhausen bateu na porta do carro com uma marreta. “Isso pode ter trincado a base do vidro”, disse Musk. “E se a base tem uma fissura, mesmo do tamanho de um fio de cabelo, a integridade toda cai por terra”.

Outros assuntos conversados entre os dois foram a existência ou não de ETs e a colonização de Marte.

Via: CNET