EnglishPortugueseSpanish

Com a pandemia, 2020 pode não ter sido o ano perfeito para algumas desenvolvedoras de jogos. Mas não é o caso da Remedy Entertainment, criadora de “Max Payne”. Isso porque, um outro projeto da empresa, o game “Control”, foi responsável por render o dobro de faturamento se comparado com o ano anterior.  

De acordo com o site Games Industry, o estúdio finlandês arrecadou 13,2 milhões de euros (R$ 86 milhões em conversão direta) nos 12 meses de 2020. Como comparação, em 2019, a empresa ganhou 6,5 milhões de euros. O interessante a se observar é que esse valor foi alcançado mesmo sem que um novo jogo tenha sido disponibilizado.  

publicidade

O responsável por isso foi o próprio “Control”, que, apesar de ser um game de 2019, recebeu inúmeras versões no ano passado, podendo ser comprado em várias das plataformas disponíveis no mercado – movimento que contribuiu para a arrecadação.  

Houve um lançamento no Steam depois que a versão de PC, que estava disponível na Epic Games Store, saiu da loja online. A chegada ao Xbox Game Pass também aconteceu, fazendo com que o título se tornasse ainda mais popular. Por fim, uma versão digital para o Nintendo Switch foi lançada. 

No entanto, houve uma questão envolvendo as versões do game para os consoles de nova geração (Xbox Series S/X e PlayStation 5). Apenas os que compraram a Ultimate Edition teriam direito a fazer o upgrade para os novos videogames.

Os usuários da versão padrão, mesmo que tenham gastado muito mais com DLCs ao longo do tempo, teriam de comprá-lo novamente. Isso fez com que muitos usuários ficassem insatisfeitos.  

publicidade

Agora, a Remedy trabalha em alguns projetos novos, incluindo um game de grande orçamento e um título menor em parceria com a Epic Games. A empresa também continuará cuidando do game online “Crossfire”, da Smilegate, ao mesmo tempo que desenvolve “Vanguard”, seu próprio título multijogador. 

Via: Kotaku