EnglishPortugueseSpanish

A versão para navegadores do Project xCloud, o streaming de jogos desenvolvido pela Microsoft, ganhou suas primeiras imagens. Disponível para smartphones e tablets Android, o serviço está sendo testado por funcionários da empresa e fica mais perto de ser lançado também para PCs e dispositivos iOS.

De acordo com fontes ligadas à companhia criada por Bill Gates, o próximo passo no cronograma da plataforma, inclusa de forma gratuita para assinantes do Game Pass Ultimate, será o lançamento de um “beta” público.

publicidade
Funcionários da Microsoft estão testando a versão do xCloud para web. Crédito: The Verge/Reprodução
Funcionários da Microsoft estão testando a versão do xCloud para web. Crédito: The Verge/Reprodução

Não há informações sobre a resolução gráfica suportada na versão do xCloud para navegadores, mas como a Microsoft utiliza servidores “equivalentes” aos consoles Xbox One S, é possível concluir que os jogos não chegam a rodar em 4K. No entanto, a companhia já tem planos de atualizar o hardware do serviço, passando a usar servidores com capacidade comparável ao Xbox Series X.

Ao rodar no browser, o xCloud exibe sugestões de jogos, títulos recém-jogados pelo usuário e a lista completa de games disponíveis. Diferentemente da modalidade para smartphones, um joystick com conexão USB ou Bluetooth compatível é necessário, já que não há possibilidade de controle por toques.

Interface do xCloud para navegadores é semelhante à da versão Android. Crédito: The Verge/Reprodução
Interface do xCloud para navegadores é semelhante à da versão Android. Crédito: The Verge/Reprodução

Por enquanto, as informações são de que apenas navegadores baseados em Chromium (navegador de código aberto do Google), como o Chrome e o Edge, da própria Microsoft, suportam o xCloud. Para os que não abrem mão de usar outros browsers, a boa notícia é que o “recurso” também deve ser embutido no aplicativo Xbox para PC no Windows 10.

‘Gambiarra’

Se a proximidade do lançamento do xCloud para navegadores é boa para usuários PC, ela é ainda melhor para quem tem um dispositivo iOS. É que o streaming de jogos não foi disponibilizado para iPhones e iPads por causa de uma limitação imposta pela Apple a serviços na nuvem.

publicidade

Para se ter uma ideia, a Microsoft teria que “lançar” um app individual para cada jogo, com o xCloud servindo como um catálogo para reunir e dar acesso a estes aplicativos. A regra, claro, não foi bem aceita, ao ponto de a Microsoft classificá-la como “uma experiência ruim para os consumidores”.

O suporte dos navegadores, desta forma, servirá como uma forma de contornar as regras da Apple sem criar um conflito entre as duas empresas.

No Brasil, o xCloud está disponível desde novembro de 2020, necessitando apenas de um celular que rode Android 6.0 ou superior e uma boa conexão com a internet (estima-se que 25 MB de velocidade seja o ideal).

Via The Verge