EnglishPortugueseSpanish

Em 1° de fevereiro, o Google anunciou que fecharia estúdios próprios que desenvolviam games para o Stadia. A revelação pegou os funcionários de surpresa já que, uma semana antes, a empresa afirmou que a equipe fez “grande progresso”.  

“[Stadia Games and Entertainment] fez um grande progresso construindo uma equipe diversificada e talentosa, além de estabelecer uma forte linha de jogos exclusivos do Stadia”, disse Phil Harrison, vice-presidente do Google e gerente geral do Stadia, em 27 de janeiro em um e-mail enviado para funcionários.  

publicidade

A mensagem ainda prometia que em breve seriam enviadas informações sobre a estratégia da empresa e metas para 2021. No entanto, essas instruções nunca chegaram, o que aconteceu foi que, alguns dias depois, Harrison anunciou que os estúdios seriam totalmente fechados.  

Google Stadia: fechamento de estúdio próprio simboliza o foco total do Google em parcerias com empresas de fora. Imagem: Ascannio/Shutterstock
Google Stadia: fechamento de estúdio próprio simboliza o foco total da empresa em parcerias com terceirizadas. Imagem: Ascannio/Shutterstock

O maior questionamento sobre o caso – vindo de especialistas do setor e de membros da equipe Stadia – é o que mudou nesse tempo. Na postagem em que revelou o fechamento dos estúdios, Harrison cita o aumento “exponencial” dos custos da “criação dos melhores jogos” como um dos fatores decisivos.  

No entanto, dada a capitalização de US$ 1,4 trilhão do Google, é difícil entender que esse seja o único motivo para fechar os estúdios, especialmente após pouco tempo de existência.  

A resposta parece ter vindo alguns dias depois. Em 4 de fevereiro, em uma sessão de perguntas e respostas, segundo o Kotaku, Harrison admitiu que os executivos do Google já sabiam sobre o fechamento dos estúdios antes mesmo do e-mail elogiando a equipe ter sido enviado.  

publicidade

Como justificativa, o executivo citou várias vezes a aquisição da Bethesda pela Microsoft e os problemas enfrentados com a pandemia da Covid-19. Seja qual for o motivo, é curioso pensar que o Google fechou um segmento antes mesmo de que um grande projeto fosse desenvolvido. Agora, resta saber se o Stadia permanecerá apenas com jogos de outras produtoras. 

Via: The Verge