EnglishPortugueseSpanish

O site Let’s Go Digital se uniu ao designer gráfico Technizo Concept para criar uma série de imagens e um vídeo imaginando como será o design do iPhone 13 Pro. As imagens são baseadas no que se sabe até agora sobre os aparelhos, de acordo com rumores que circulam entre profissionais da indústria.

O design é muito similar ao do atual iPhone 12 Pro, com laterais retas em metal. Na traseira, há o mesmo conjunto de três lentes e sensor Lidar do modelo 2020, mas as lentes agora são cobertas por uma peça única de safira, em vez de serem círculos individuais que se projetam de uma plataforma quadrada. O arranjo lembra o módulo de câmera do Google Pixel 5.

publicidade

O iPhone 13 Pro e Pro Max terão o mesmo sistema de câmeras, e espera-se que o Lidar esteja presente em todos os quatro modelos de iPhone neste ano. O analista de mercado Ming-Chi Kuo, especializado na Apple, espera que os aparelhos tenham uma lente grande angular “muito melhorada“, com foco automático.

O display OLED de 6,1″ terá a mesma resolução e formato que no iPhone 12, mas ganhará novos recursos como um modo Always-On (Sempre Ativo) e ProMotion, que varia a taxa de atualização da tela entre 1 e 120 Hz de acordo com o conteúdo mostrado na tela.

A tecnologia de fabricação será a LPTO, que além de permitir a atualização dinâmica também consome menos energia que a atual tecnologia LTPS. A Samsung usa painéis LPTO no Galaxy Note 20, lançado em setembro passado, e no Galaxy S21 Ultra, lançado no início deste ano.

publicidade

Segundo o Let’s Go Digital, a Apple irá trazer de volta o sensor Touch ID, desta vez integrado sob a tela. Embora a empresa anuncie as vantagens do Face ID, que reconhece o rosto do usuário, o sistema não funciona com pessoas usando máscaras.

Ainda não há informações sobre preço dos iPhone 13, nem imagens de aparelhos em testes de campo. Se a Apple seguir a tradição, os aparelhos devem ser anunciados em um evento em setembro. Em 2020, devido à pandemia de Covid-19, o lançamento foi feito em 13 de outubro.

Fonte: Let’s Go Digital