EnglishPortugueseSpanish

A norte-americana Omnivision, fabricante de sistemas de captura de imagem, anunciou um novo sensor de câmera para smartphones que promete um melhor sistema de autofoco, cálculo mais preciso da distância entre objetos na cena e melhor desempenho em situações de pouca luz.

O OV50A tem resolução de 50 MP, com pixels de 1.0 micron cada e tamanho de 1/1,5 polegadas. Parece pouco em um mercado onde sensores de 108 MP estão se tornando comuns, mas seu principal destaque é a tecnologia quad phase detection autofocus (QPD, autofoco quádruplo por detecção de fase), que transforma cada grupo de 2×2 “pixels” no sensor em uma célula capaz de detectar o foco da cena.

publicidade

Com este sistema, 100% do sensor é usado para detecção de foco. Em contraste, tecnologias concorrentes como a 2×2 MLPD só dedicam de 3 a 6% do sensor para o sistema de autofoco, o que leva a piores resultados tanto no tempo necessário para colocar a cena em foco quanto na consistência do resultado.

Diagrama mostra uma comparação de um sistema de autofoco 2x2 MLPD com o sistema QPD da Omnivision. Os círculos brancos representam áreas do sensor usadas para detecção de foco
Comparação de um sistema de autofoco 2×2 MLPD com o sistema QPD da Omnivision. Os círculos brancos são as áreas do sensor usadas para detecção de foco. Imagem: Omnivision

“Um dos principais argumentos de venda dos smartphones é o desempenho da câmera, e há anos eles vêm consistentemente reduzindo sua distância das câmeras DSLR“, diz Arun Jayaseelan, gerente de marketing da Omnivision. “Nossa tecnologia QPD de autofoco torna essa distância ainda menor, trazendo às câmeras dos smartphones um desempenho em autofoco similar ao das DSLR”.

Segundo a Omnivision, seu novo sensor também tem “o melhor desempenho sob pouca luz” na categoria, suporte a captura em HDR em múltiplos formatos e é capaz de produzir vídeo em 8K a 30 quadros por segundo, a 12.5 MP com autofoco QPD a 90 FPS, em 4K2K com autofoco QPD a 90 FPS, 1080p a 240 FPS e 720p a 480 FPS.

A empresa afirma que amostras dos novos sensores devem começar a ser entregues aos fabricantes de smartphones no segundo semestre de 2021. Na prática, isso significa que os primeiros aparelhos equipados com o OV50A só devem chegar ao mercado em 2022.

publicidade