EnglishPortugueseSpanish

Depois do Tidal e da Amazon, o serviço de streaming musical Spotify anunciou o “Spotify HiFi”, um novo plano que trará o conhecido formato “lossless” (sem perda de qualidade de som por compressão) às suas músicas e playlists. Entretanto, há duas ressalvas importantes: ele ficará disponível apenas em “mercados específicos” e contará com um preço de assinatura próprio, que ainda não foi divulgado.

A novidade foi revelada durante a apresentação virtual “Stream On”, com um trailer estrelado pela cantora Billie Eilish e seu irmão Finneas. O intuito do “Spotify HiFi” é o de “entregar música com qualidade de CD, em formato de áudio sem perdas para o seu dispositivo e também alto-falantes com suporte ao Spotify Connect, o que significa que fãs da empresa sueca poderão gozar de uma experiência mais aprofundada e com maior clareza enquanto curtem suas músicas favoritas”.

publicidade

Não é a primeira vez que o Spotify vem trabalhando com uma forma mais poderosa de entrega de áudio, já que testes com qualidade “lossless” já foram conduzidos pela empresa sueca no passado. Certamente, há demanda para isso, já que as páginas de suporte da plataforma sempre contam com posts fazendo esse tipo de pedido. Hoje, o Spotify não entrega transmissões maiores que 320 kbps (kilobit por segundo).

Embora seja uma boa novidade para os fãs, o “Spotify HiFi” chega com relativo atraso frente aos seus principais concorrentes: o Amazon Music já conta com um recurso similar desde setembro de 2019, enquanto o Tidal seguiu pelo mesmo caminho pouco tempo depois. Respectivamente, os planos saem por R$ 16,90 (Amazon) e R$ 33,80 (Tidal).

Imagem mostra um usuário selecionando músicas no Spotify pelo celular. Empresa anunciou formato "Spotify HiFi", com qualidade de música superior, para o final de 2021
Com novo tier de qualidade de áudio sem perda por compressão, Spotify quer se aproximar do Tidal e Amazon Music. Imagem: TY Lim/Shutterstock

O principal concorrente do Spotify, porém, ainda não conta com nenhum formato similar: o Apple Music chegou a oferecer um upgrade intitulado “Digital Masters” em 2019, mas ainda seguia o formato de arquivo “.aac” – que não é livre de compressão e sacrifica um pouco da qualidade, ainda que bem menos se comparado ao “.mp3”, por exemplo – e não compete com o padrão “.flac” pelo qual músicas em formato “lossless” são comumente referidas.

O “Spotify HiFi” tem previsão de chegada “em 2021”, com especulações direcionadas para algum momento no segundo semestre.

publicidade

Fonte: Spotify