O Nubank anunciou nesta terça-feira (23) a integração com a carteira digital Google Pay, do Google. Com a novidade, correntistas do banco poderão usar o celular para pagar compras no débito ou crédito em terminais que aceitem o pagamento por aproximação. 

Com a adesão do Nubank, correntistas de 16 bancos no Brasil já podem utilizar o Google Pay em suas compras, tanto em lojas físicas quanto virtuais. O serviço do Google está disponível em 40 países.

publicidade

O recurso está sendo habilitado gradualmente para os correntistas do Nubank, e com o tempo estará disponível a todos. Então, não estranhe se ele ainda não aparecer em seu app. Para habilitá-lo, basta abrir o aplicativo do banco e clicar em “Registrar no Google Pay” na tela inicial. 

Animação mostra como registrar um cartão do Nubank no Google Pay
Animação mostra como registrar um cartão do Nubank no Google Pay. Imagem: Nubank/Reprodução

O app irá mostrar os cartões disponíveis para registro. Basta selecionar um deles e digitar a senha de 4 dígitos para confirmar a escolha. O usuário será transferido para o fluxo de confirmação do Google Pay, e após ler e aceitar todas as condições e termos da carteira, basta selecionar a forma de verificação do cartão e clicar em “Continuar” para confirmar o registro. 

“O nosso objetivo é sempre liberar funcionalidades que melhoram a vida da maior quantidade possível de pessoas. No contexto em que vivemos hoje, pagamentos sem contato são cada vez mais importantes e, como a maior parte da nossa base de clientes usa celulares Android, tornamos essa integração uma prioridade”, diz Cristina Junqueira, cofundadora do banco, ao jornal O Estado de São Paulo.

Brincadeira com o Apple Pay

O Google Pay é concorrente direto do Apple Pay, e em dezembro o banco “brincou” com uma possível integração com o sistema de pagamentos da Apple, um recurso há muito pedido pelos correntistas, em um tuíte.

Além de palavras como amor, vacina, esperança e liberdade, a última linha diz “Apple Pay”. O serviço da Apple chegou ao Brasil há mais de dois anos, mas não é suportado pelo Nubank.

A brincadeira rapidamente levantou suspeitas de que seria um “teaser” de um novo recurso a caminho. Mas foi o próprio NuBank quem jogou água na fervura. Em declaração ao site MacMagazine, a empresa disse:

“No Nubank, estamos sempre em busca de oportunidades para melhorar a experiência dos nossos clientes. Acompanhamos de perto e com muita atenção as solicitações dos usuários, e por isso fizemos a brincadeira com os desejos para 2021. Atualmente estamos focados em desenvolver serviços e funcionalidades que resolvam problemas urgentes e que atinjam o maior número possível de pessoas e não há previsão de lançamento da integração com o Apple Pay”.

Fonte: NuBank, O Estado de São Paulo