EnglishPortugueseSpanish

Durante o Mobile World Congress 2021 em Shanghai, na China, a fabricante de smartphones Oppo anunciou a “The Flash Initiative”, uma ação para levar sua tecnologia de carga rápida de baterias a automóveis, espaços públicos e acessórios produzidos por outras empresas.

A tecnologia VOOC (e desdobramentos, como a Super VOOC) está no mercado há sete anos, e segundo a Oppo já foi utilizada em 30 modelos de smartphones nas mãos de 175 milhões de usuários em todo o planeta.

publicidade

Empresas como a Anker (fabricante de acessórios), FAW-Volkswagen e NXP Semiconductor (fabricante de chips e componentes) farão parte da iniciativa, e trabalharão a partir de esquemas técnicos proprietários da Oppo.

De acordo com a empresa, os produtos desenvolvidos pelos parceiros serão testados e certificados pelo Laboratório Chinês de Tecnologia em Telecomunicações (CCTL, China Telecommunication Technology Laboratory).

A Anker irá produzir novos acessórios com suporte à tecnologia VOOC. Já a FAW-Volkswagen irá incorporar o sistema de carga rápida em carros da Volkswagen produzidos na China.

Por sua vez, a NXP Semiconductors irá integrar a tecnologia em soluções inteligentes e conectadas, projetadas para segmentos do mercado como casas e cidades inteligentes e os setores industrial, automotivo e de tecnologia móvel.

Não há previsão de quando os primeiros produtos desenvolvidos sob a The Flash Initiative estarão disponíveis fora da China, nem se isso irá acontecer.

Carga rápida sem fios e à distância

A Oppo também apresentou durante o MWC Shanghai 2021 sua tecnologia de recarga sem fios à distância, chamada Wireless Air Charging. Ela usa ressonância magnética para recarregar a bateria de um smartphone, entregando 7,5 Watts a até 10 cm de distância da base.

É um sistema menos ambicioso que o Mi Air Charge, apresentado pela Xiaomi em janeiro, que promete recarregar múltiplos dispositivos a “alguns metros” de distância da base, mesmo que estejam em movimento ou haja obstáculos, como uma parede, entre eles. Entretanto, a potência do sistema da Xiaomi é menor, 5 Watts, o que significa que a bateria vai levar mais tempo para recarregar.


Segundo a empresa, a tecnologia será incorporada ao Oppo X 2021, um smartphone conceito equipado com uma tela que se enrola e desenrola dentro de sua estrutura metálica. Com isso ele efetivamente muda de tamanho, de um smartphone comum para um mini tablet, sem as marcas na tela características dos atuais smartphones dobráveis.

Fonte: Pocket Now